Publicado em

MUMBAI (Reuters) - A Amazon enfrentou uma reação das redes sociais na Índia nesta quinta-feira, depois que capas de assentos e outros itens com imagens de deuses hindus foram vistos no site da varejista norte-americana, fazendo da #BoycottAmazon ficar entre os assuntos mais comentados no Twitter.

Milhares de usuários do Twitter apoiaram o pedido de boicote, com alguns acusando a chanceler indiana Sushma Swaraj e instando-a a tomar medidas contra a maior varejista online do mundo.

A Amazon não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O episódio é uma reminiscência de um incidente em 2017, quando Nova Délhi repreendeu a empresa de Seattle, Washington, depois que seu site canadense foi visto vendendo capachos que se assemelham à bandeira da Índia.

Na época, Swaraj ameaçou rescindir vistos de funcionários da Amazon se os capachos não fossem removidos de seu site.

"Até que você atinja essas empresas hindufóbicas com força, eles continuarão insultando seus deuses, suas crenças e toda a sua civilização", tuitou Sumit Kandel, cujo perfil o descreve como analista de comércio de filmes.

(Por Sankalp Phartiyal)