Publicado em

BERLIM (Reuters) - A Alemanha espera que a Huawei demonstre que pode atender aos requisitos de segurança para participar da montagem da rede 5G do país, disse o ministro da Economia, Peter Altmaier, após reunião com o presidente-executivo da empresa nesta sexta-feira.

Em março, a Alemanha definiu critérios mais rígidos para fornecedores de equipamentos de rede de telecomunicações, evitando escolher a Huawei para tratamento especial, alegando que as mesmas regras deveriam se aplicar a todos.

Essa decisão veio depois de meses de debate sobre se ficarão do lado dos Estados Unidos e de alguns aliados que baniram a Huawei, líder de mercado global, de redes 5G devido a preocupações com os laços da empresa com o governo chinês.

Após conhecer o presidente da Huawei, Ren Zhengfei, em Xangai, o ministro alemão da Economia, Peter Altmaier, disse: "Deixei claro que a segurança das telecomunicações é de grande importância, que esperamos que todas as operadoras cumpram nossos requisitos de segurança e que é o dever da Huawei mostrar que eles podem fazer isso".

Uma porta-voz da Altmaier disse que ele também enfatizou que a proteção dos dados dos cidadãos e o cumprimento das leis alemãs são fundamentais.

Ela disse que Altmaier e Zhengfei discutiram questões de segurança jurídica e técnica em torno da expansão 5G, estruturas de nuvem, bem como a automação de tecnologias de fabricação e troca de dados relacionados, conhecida como "indústria 4.0".

A Huawei se recusou a comentar a reunião.

(Por Christian Kraemer e Sijia Jang)