Publicado em

O dólar voltou a flertar com a possibilidade de se fixar acima dos R$ 4,00, ontem, em meio ao aumento das dúvidas sobre capacidade de articulação política do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para aprovar uma reforma da Previdência robusta e destravar a economia. A máxima atingida foi de R$ 4,0218. PÁGINA 7