Publicado em

O Brasil está protegido das instabilidades políticas na América Latina e a agenda de leilões será, portanto, mantida, diz o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas. O argumento é que as instituições brasileiras são amadurecidas, o que blinda o País de contágios que poderiam gerar insegurança entre os investidores.

"Estamos conseguindo mostrar para o investidor estrangeiro que criamos um bom ambiente de negócios, amigável, que respeita contratos", afirmou Freitas.

Segundo ele, o interesse de investidores pelo Brasil se manterá em alta. Em sua opinião, o País ainda está em situação de vantagem em relação aos demais. "Se a gente compara o mundo e o Brasil, o que acontece lá fora e aqui, é muito interessante para nós e principalmente para os investimentos em infraestrutura", disse, em palestra na Câmara Espanhola de Comércio no Brasil.