Publicado em

Por Sijia Jiang

HONG KONG (Reuters) - A Huawei vai adiar em três meses o lançamento de seu muito divulgado smartphone 5G Mate X, o mais recente revés para a empresa que recebeu sanções norte-americanas no mês passado.

Espera-se que o Mate X, um concorrente do Galaxy Fold, da Samsung, seja lançado globalmente em setembro, disse Vincent Pang, chefe de comunicações corporativas da Huawei, na conferência WSJ Tech D.Live em Hong Kong.

Foi originalmente previsto para ser lançado em junho.

O atraso ocorre após os celulares da Huawei enfrentarem o corte das atualizações do sistema operacional Android, do Google, diante da entrada na lista negra norte-americana que proíbe empresas do país de fazer negócios com a empresa chinesa.

Mas Pang disse que não houve atraso devido à proibição e que a Huawei estava no processo de realizar testes de certificação com várias operadoras que deveriam ser concluídas em agosto.

Ele também disse à Reuters que a Huawei, segunda maior fabricante de smartphones do mundo, pode lançar seu sistema operacional Hongmeng - que está sendo testado - em nove meses.

O Hongmeng é baseado na versão do Android que está disponível publicamente via licenciamento de código aberto e é voltado principalmente para telefones, disse Pang. O Hongmeng suportará outros dispositivos posteriormente.

"Nossa preferência será, obviamente, o Google e o Android, já que somos parceiros há muitos anos", disse Pang, que também é vice-presidente sênior da Huawei. "Mas se as circunstâncias nos forçarem, podemos lançar o Hongmeng em de seis a nove meses."