Publicado em

BRUXELAS (Reuters) - Nações europeias votaram nesta quinta-feira contra uma proposta para a criação de um padrão de wifi automotivo, em um revés para a Volkswagen, que apoiava a proposta, afirmou um representante da União Europeia.

Vinte e um países, incluindo Alemanha, França e Itália, votaram contra a proposta em reunião com representantes da UE em Bruxelas, afirmou o representante do bloco.

Parlamentares da UE apoiaram em abril a criação do padrão de wifi em vez da tecnologia 5G promovida por BMW e Qualcomm.

A Comissão Europeia quer criar padrões para veículos conectados, um mercado que pode gerar bilhões de euros em receita para montadoras, operadoras de telecomunicações e fabricantes de equipamentos.

A questão tem dividido as indústrias de veículos e de telecomunicações e disparou uma intensa campanha em que ambos os lados promovem suas propostas de olho em obter uma participação do mercado.

Os apoiadores da tecnologia wifi também incluem Renault, Toyota, NXP, Autotalks e Kapsch TrafficCom. A tecnologia é voltada principalmente para conectar carros com outros carros.

Já os apoiadores do 5G incluem Daimler, Ford, PSA Group, Deutsche Telekom, Ericsson, Huawei, Intel, Qualcomm e Samsung.

A tecnologia 5G conecta carros e aparelhos que estão no ambiente ao redor dela, com uma gama maior de aplicações em áreas como entretenimento, dados de tráfego e navegação.

A Comissão defendeu sua posição à favor do wifi, afirmando que a tecnologia já está disponível, diferente do 5G, e que iria impulsionar a segurança em estradas.

(Por Foo Yun Chee)