Publicado em

HOUSTON (Reuters) - A Petrobras fechou a venda de sua refinaria de Pasadena, no Texas, à norte-americana Chevron Corp por 350 milhões de dólares, disseram as companhias na quarta-feira, confirmando reportagem da Reuters mais cedo na semana.

Além da refinaria, com capacidade de 110 mil barris por dia (bpd), a Chevron ficará com um complexo de 188,5 hectares no canal de navegação de Houston que inclui tanques de estocagem com capacidade para 5,1 milhões de barris de petróleo e produtos refinados, assim como 143 acres adicionais em terrenos, disse a Chevron.

A Chevron, que teve um aumento de 150 mil bpd na produção de petróleo "shale" no terceiro trimestre, disse que fechou a compra do ativo na Costa do Golfo para lidar com esse petróleo e abastecer melhor sua rede de postos de gasolina. A refinaria de Pasadena produz principalmente gasolina e derivados como diesel.

"A expansão de nossos sistemas de refino na Costa do Golfo permite à Chevron processar mais petróleo leve doméstico, abastecer uma porção de nosso mercado de varejo no Texas e Lousiana com produtos da Chevron e obter sinergias por meio da coordenação com nossa refinaria em Pascagoula", disse em nota o vice-presidente executivo da Chevron Downstream e Químicos, Pierre Breber.

O negócio envolve a subsidiária da Petrobras que opera a refinaria, Pasadena Refining System Inc, e a que detém as demais propriedades, PRSI Trading.

Uma vez aprovada pelos reguladores, a aquisição fará de Pasadena a segunda refinaria operada pela Chevron na Costa do Golfo e sua única no Texas.

(Por Erwin Seba)