Publicado em

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Renova Energia informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) prorrogou por 60 dias, até 15 de julho, o prazo de um empréstimo ponte de 960 milhões de reais realizado à companhia, que venceria em 15 de maio, segundo comunicado nesta quinta-feira.

A Renova, controlada pela estatal mineira Cemig, está em negociações para vender à AES Tietê o complexo eólico Alto Sertão III, ativo para o qual os recursos do financiamento do BNDES foram destinados.

A AES Tietê já fez uma proposta vinculante pelo ativo, que foi aceita pela Renova, mas o fechamento do negócio está sujeito a algumas condições precedentes. Pela proposta, a aquisição envolveria a assunção pela AES Tietê da dívida junto ao BNDES.

O acordo entre as elétricas prevê pagamentos de até 350 milhões de reais por Alto Sertão III e mais a assunção de 998 milhões de reais em dívidas do empreendimento, cuja construção está paralisada desde 2016 devido à falta de recursos da Renova.

 

(Por Luciano Costa)