Publicado em

As vendas a prazo no Natal no Brasil cresceram 2,66 por cento este ano, na comparação com 2017, no melhor resultado para o período desde 2013, segundo dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) divulgados nesta quarta-feira.

Este é o segundo ano seguido de alta. Em 2017, o crescimento tinha sido de 2,13 por cento, após recuo de 2,29 por cento em 2016, 4,16 por cento em 2015 e de 8,62 por cento em 2014. Em 2013, a alta tinha sido de 3,62 por cento.

"Após um período de retração da economia, observa-se uma perspectiva positiva do cenário pós-eleições, que estimulou muitos consumidores a irem às comprarem neste Natal", disse a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Os autores do levantamento calculam que o ticket médio com presentes para o Natal de 2018 foi de 115,90 reais, e o montante movimentado tenha sido em 53,5 bilhões de reais.

O levantamento foi feito a partir das consultas para vendas a prazo entre os dias 4 e 24 de dezembro.