Publicado em

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou em entrevista exibida na noite desta quinta-feira, 11, pela TV Band que vai ouvir conselhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril em Curitiba.

"Eu o considero o melhor presidente da história do Brasil. Não vou deixar de ouvir o Lula. Ele é meu amigo", afirmou o candidato do PT.

Haddad disse também que Lula pediu um "julgamento justo", inclusive à Organização das Nações Unidas.

O candidato classificou ainda a sentença do juiz Sérgio Moro, que tirou Lula da disputa presidencial, como "frágil".