Publicado em

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que algumas autoridades praticam abuso, mas ressaltou que a decisão sobre vetar ou sancionar o projeto aprovado pelo Congresso será tomada de forma serena após ouvir ministros.

Na noite de quarta-feira a Câmara dos Deputados aprovou projeto sobre abuso de autoridade que já tinha tramitado pelo Senado. Agora o texto depende do presidente sancioná-lo para que se transforme em lei.

Em rápida entrevista coletiva após cerimônia em Brasília, Bolsonaro voltou a demonstrar confiança na capacidade de seu filho para ocupar o cargo de embaixador nos Estados Unidos e disse que Eduardo está "namorando" o Senado em busca de apoio para ter seu nome aprovado para o posto em Washington.

 

 

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)