Publicado em

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara aprovou nesta quinta-feira, após um vaivém e muita negociação, um destaque à reforma da Previdência que adequa o cálculo de aposentadoria para mulheres à redução do tempo de contribuição e amplia a proteção à maternidade, entre outros pontos.

Negociada pela bancada feminina com o governo, a emenda --aprovada por 344 votos a favor, 132 contrários e 15 abstenções-- anula a votação de um outro destaque da oposição que previa especificamente a supressão de trecho da proposta que permitia o pagamento de pensão por morte inferior a um salário mínimo.

(Reportagem de Maria Carolina e Lisandra Paraguassu)