Publicado em

(Reuters) - O Exército está preparado para defender a Amazônia, disse nesta sexta-feira o comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, em um momento em que cresce a pressão internacional por causa do aumento das queimadas na floresta, com líderes do G7, grupo do qual o Brasil não faz parte, afirmando que discutirão o tema neste fim de semana.

"Aos incautos que insistem em tutelar os desígnios da brasileira Amazônia, não se enganem, os soldados do Exército de Caxias estarão sempre atentos e vigilantes, prontos para defender e repelir qualquer tipo de ameaça", disse o comandante em discurso durante cerimônia do Dia do Soldado com a presença do presidente Jair Bolsonaro em Brasília.

 

(Por Eduardo Simões)