Publicado em

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou ontem, em sessão administrativa, o orçamento da Corte para o ano de 2020, de R$ 686,7 milhões, e sem a previsão de reajuste nos salários dos ministros. O valor é R$ 91,9 milhões menor que o de 2018 (R$ 778,6 milhões). A redução se deu devido à adequação às regras da Emenda Constitucional 95, do teto de gastos públicos, promulgada em 2016./ Agência Brasil

A reforma Tributária começará a ser discutida pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado já na próxima semana. A presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), pretendia iniciar os debates somente após a votação da reforma da Previdência (PEC 6/2019), mas concordou com a elaboração de calendário para início imediato das discussões, em dias diferentes dos previstos para as pautas deliberativas./ Agência Senado

O presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), afirmou durante seminário na Câmara dos Deputados, que a diplomacia e as Forças Armadas devem andar juntas. Ele citou um rei da Prússia no século XVIII para explicar sua posição. “O próprio Frederico Segundo, conhecido como O Grande, disse certa vez que 'diplomacia sem armas é como música sem instrumentos’. / Agência Câmara