Publicado em

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse nesta quinta-feira que defenderá na íntegra a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência para honrar a assinatura que o presidente Jair Bolsonaro colocou no texto ao enviá-lo ao Congresso Nacional.

Em entrevista ao lado da líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), Marinho também disse que atualmente não se discute mais se a reforma será aprovada, mas sim qual o tamanho da proposta que será aprovada.

Marinho afirmou ainda que o governo terá a oportunidade de defender o texto encaminhado durante a discussão da PEC na comissão especial que irá analisá-lo na Câmara dos Deputados.