Publicado em

O ex-presidente Michel Temer foi solto e voltou para casa em São Paulo nesta quarta-feira, um dia após decisão unânime da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de substituir a prisão preventiva por medidas alternativas.

“Eu disse que aguardaria com tranquilidade a decisão do STJ, que se deu no dia de ontem, como vocês puderam perceber”, disse Temer em pronunciamento a jornalistas na porta de sua casa, após deixar o Comando de Policiamento de Choque da PM de São Paulo, na região central da capital. Essa é a segunda vez que Temer é preso e posteriormente colocado em liberdade no âmbito de investigação que apura desvios na Eletronuclear. O advogado de Temer, Eduardo Carnelós, afirmou que a decisão estabeleceu que não há qualquer fundamento para manter Temer preso preventivamente.