Publicado em

JACARTA (Reuters) - A Indonésia quer que as nações do Sudeste Asiático cooperem para ajudar os unicórnios da região --startups com valor de mercado de ao menos 1 bilhão de dólares-- a se expandirem fora dos países de origem, disse o ministro da Comunicação nesta sexta-feira.

O esforço visa impedir que as startups estrangeiras dominem um mercado de 640 milhões de pessoas, ajudando os cerca de 7 a 10 unicórnios da região.

"Eu discuti essa estratégia com outros ministros no Sudeste Asiático e propus a todos que adotem unicórnios existentes e tenham uma presença nos países uns dos outros", disse o ministro de Comunicação indonésio, Rudiantara, em entrevista.

A sugestão atraiu uma resposta positiva dos ministros da Tailândia e de Cingapura, afirmou Rudiantara, sem mencionar se recursos seriam destinados ao esforço.

A Indonésia tem quatro unicórnios: a empresa de pagamentos online Go-Jek, a empresa de viagens Traveloka e os varejistas online Bukalapak e Tokopedia.

Rudiantara disse ter pressionado os colegas tailandeses e vietnamitas a ajudar na expansão internacional da Go-Jek, que é financiada pela Tencent Holdings e pelo Google, da Alphabet.

A plataforma Grab, da Malásia, e a empresa de comércio eletrônico Lazada, com sede em Cingapura, estão entre os outros unicórnios do Sudeste Asiático.

(Por Fanny Potkin e Cindy Silviana)