Publicado em

SÃO PAULO

A Highline do Brasil, companhia brasileira de soluções de infraestrutura para a indústria de telecomunicações, anuncia a criação da Highline Broadcast em parceria com o Grupo Bandeirantes de Comunicação. A nova empresa nasce com 100 torres de transmissão espalhadas por todo o País que já pertenciam ao Grupo Bandeirantes.

A composição acionária da Highline Broadcast será divida em 40% para o Grupo Bandeirantes e 60% para a Highline do Brasil, que é uma empresa controlada pelo fundo P2 Brasil de infraestrutura, joint venture formada pelo Pátria Investimentos e Grupo Promon. Como uma empresa independente de infraestrutura para rádio e televisão, a Highline Broadcast poderá fornecer seus serviços para qualquer emissora no País, otimizando a infraestrutura de torres existente. Este modelo de compartilhamento de infraestrutura existe atualmente entre as companhias de telefonia celular, mercado em que a própria Highline já atua.

"Estamos unindo a nossa experiência em infraestrutura de torres com a liderança e a credibilidade da Bandeirantes nesse novo passo no ramo de telecomunicações", explica Alexandre Braga, diretor-presidente da Highline do Brasil.

A criação da Highline Broadcast inaugura a entrada de empresas independentes em infraestrutura de transmissão para rádio e TV. Em países desenvolvidos, emissoras de rádio e TV já utilizam de forma compartilhada as torres de transmissão, reduzindo custos de construção e manutenção desses ativos.