Publicado em

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou a visita dos reis da Noruega ao Brasil bastante oportuna, já que ocorre num momento de dinamismo nas relações entre os dois países. No almoço oferecido ontem, no Itamaraty, ao Rei Harald V e à rainha Sonja, do qual participaram também vários ministros, o presidente Lula disse que os dois países estão comprometidos com os valores democráticos, os direitos humanos, a justiça social, a proteção ambiental e o desenvolvimento sustentável. "Trabalhando juntos com a comunidade internacional nestes temas, vamos poder responder ao maior desafio do nosso tempo: o combate à fome e à pobreza", ressaltou Lula.Para o presidente brasileiro, a Noruega, ao lado do Brasil, tem contribuído para o esforço mundial de combate à fome e à pobreza. "Tenho levado essa mensagem de solidariedade à comunidade internacional. Precisamos de aliados nesta campanha. Por suas melhores tradições, vemos a Noruega como parceiro natural nessa luta. Luta que não é apenas do Brasil, mas de toda a humanidade", afirmou o presidente.Outra prioridade destacada pelo presidente Lula, que é compartilhada pela Noruega e o Brasil, está relacionada à promoção da paz. Lula classificou como valiosa a contribuição que a diplomacia da norueguesa tem prestado à causa da solução pacífica dos conflitos. O presidente citou o seminário brasileiro-norueguês sobre paz, que o rei Harald V inaugurou ontem, como exemplo do compromisso dos dois países pela manutenção da paz e da segurança internacional.Antes de pedir um brinde em homenagem ao casal real, o presidente Lula, se referiu às relações econômicas entre Brasil e Noruega dizendo que as vê com satisfação e otimismo. "Desejamos ampliar ainda mais o comércio e os investimentos entre Brasil e Noruega. Precisamos explorar as amplas oportunidades de complementaridade entre nossas economias", afirmou Lula.