Publicado em

Plantar hortaliças e legumes em um pequeno espaço, sem agrotóxicos, sem sujeira e com pequeno investimento. Esse é o 'mote' da horta vertical orgânica, conceito desenvolvido pelo empresário do ramo imobiliário, de Jundiaí (SP), Eduardo Borges.O manual com as regras e técnicas da horta vertical, que nasceu como hobbie do empresário, acabou virando um negócio. Vendido por telefone e via Internet, em quatro meses, Borges já vendeu 350 manuais aR$ 24,90 cada."Minha esposa e eu queríamos ter uma horta na laje de nossa casa, mas daria muito trabalho e tínhamos pouco espaço para tal. Então, começamos a pesquisar e chegamos à horta vertical."O projeto consiste de uma bombona plástica - utilizada para transporte de materiais pastosos e líquidos - que normalmente é descartada pelas indústrias. Ela possui 1,10 metros de altura e tem capacidade mínima de 100 litros."Nós recomendamos o uso de uma bombona da qual possam ser retirados todos os resíduos materiais. As que foram usadas para transportar materiais tóxicos estão descartadas."Depois de adquirir a bombona é preciso comprar a terra adubada e as sementes. O custo para uma horta de 100 litros é de aproximadamente R$ 40,00 e a de 200 litros é de R$ 50,00, com tudo incluído. "É fácil encontrar as bombonas. Geralmente os ferros-velhos e as indústrias vendem. Além de iniciar uma produção caseira, também se contribui para a preservação do meio ambiente, pois o plástico demora muitos anos para se desfazer."A terra adubada só precisa ser trocada uma vez por ano. As sementes também precisam ser repostas nesse período.Espaço e vantagensSegundo Borges, a horta vertical pode ser instalada em casas, empresas e apartamentos. Uma bombona de 100 litros permite o plantio de 25 mudas - suficientes para abastecer um adulto - e pode ser instalada na sacada de um apartamento ou área de serviço, desde que receba a luz do sol por pelo menos quatro horas diárias.Ainda segundo o empresário, a horta vertical traz vantagens como: trabalhar em pé, redução no número de ervas daninhas e insetos, menor quantidade de água utilizada, controle mais eficaz de pragas: como o pulgão e a lagarta e diminuição no tempo com manutenção. "São necessários 20 minutos diários para colher e regar."ResultadosBorges obteve ótimos resultados com a plantação de: alface, chicória, rúcula, almeirão, agrião, couve manteiga, mostarda, tomate, pimentão, rabanete, beterraba e salsão. Está em teste o plantio de chuchu, abobrinha e também melão e melancia.As garrafas PET de dois litros podem ser usadas para plantar cenoura, beterraba, rabanete e temperos. "É um tipo de cultivo que preserva o meio ambiente, pois usamos como adubo esterco de boi e de galinha, húmus da minhoca e a compostagem com restos orgânicos."Em quatro meses, empresário já vendeu 350 manuais sobre a horta que nasceu de um hobby