SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O Google anunciou nesta terça-feira que planeja demonstrar um sistema de programação de software que permitirá que emails atualizem continuamente informações e tenham interatividade maior.

Usuários poderão ver informações atualizadas sobre um voo em um emails de confirmação de reserva, por exemplo. Ou poderão preencher pesquisas sem terem que mandar uma mensagem ou ver imagens de produtos de uma campanha de marketing sem precisar abrir a janela do programa de navegação pela Internet.

As mudanças fazem parte do projeto AMP, do Google. A sigla em inglês significa Páginas Móveis Aceleradas, disse Aakash Sahney, gerente de produto encarregado pelo Gmail. O AMP é um conjunto de programação que tem com objetivo fazer páginas da Internet carregarem mais rapidamente.

O programa atraiu elogios de anunciantes como a Hearst Corp e do Washington Post por fazer os sites mais convidativos aos usuários. Mas alguns desenvolvedores expressaram preocupação de que o Google esteja ampliando seu poder sobre como a Internet funciona.

A integração ao Gmail é o primeiro uso amplo do AMP. Outros fornecedores de serviços de email também podem adotar a tecnologia, disse o Google.

A versão inicial do AMP para email é direcionada para grandes remetentes de mensagens. Um varejista, por exemplo, que envia emails semanais sobre ofertas pode ter a certeza de que os destinatários verão o preço ou a disponibilidade atual de um produto não importando quando o email for aberto.

Segundo o Google, o serviço Pinterest e a Booking.com estão testando o AMP para email.

(Por Paresh Dave)