Publicado em

A Medicis Pharmaceutical Corp. anunciou ontem a compra da Inamed Corp. por US$ 2,8 bilhões. Com a transação, a fabricante de medicamentos pretende voltar ao mercado norte-americano de implantes de silicone em seios, depois de 13 anos de afastamento.A Medicis, fabricante de medicamento para o tratamento de pele, trocará 1.4205 ações e US$ 30 em dinheiro por cada ação da Inamed, segundo comunicado divulgado pelas companhias ontem. O acordo valoriza a Inamed em US$ 75 a ação, um prêmio de 13% sobre o preço de fechamento das ações da companhia do último dia 18 de março.A soma da divisão de implantes de silicone da Inamed permitirá que a Medicis se beneficie da crescente demanda por cirurgias plásticas nos Estados Unidos, de acordo com analistas de mercado."As grandes surpresas na história recente têm acontecido no ramo estético", disse Tom Gunderson, analista da Piper Jaffray & Co. "Neste caso, duas grandes companhias se juntam para ver se o tamanho faz a diferença", completou.Segundo o chefe executivo do setor financeiro da Medicis, Mark Prygocki, as companhias combinadas terão rendimento de mais de US$ 900 milhões em 2006.A Comissão Federal de Comércio ainda precisa aprovar a transação, que as companhias esperam ser concluída até o final deste ano. A informação é de Jonah Shacknai, o chefe executivo e fundador da fabricante de medicamentos.O Deutsche Bank Securities é o conselheiro financeiro da Medicis na transação e a Latham & Matkins a conselheira legal. O JPMorgan e a Morrison & Foerster , respectivamente, são os conselheiros da Inamed.