Publicado em

Composto por percepções como crédito, macroeconomia, demanda, confiança e atratividade de investimento, o indicador que mede o ambiente de negócios para construção fechou o segundo trimestre em queda. Em uma escala que vai de 0 a 10, a nota média do setor foi 4,3, segundo o Radar Abrainc-Fipe. PÁGINA 6