Publicado em

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - A Tesla está cortando os preços do carros Model X e Model S na China, informou nesta quinta-feira a companhia norte-americana, em uma mudança na estratégia que a fará sentir mais o impacto das tarifas desencadeadas pela guerra comercial entre China e Estados Unidos.

A montadora de veículos elétricos, liderada pelo bilionário Elon Musk, disse que reduzirá os preços dos dois modelos em 12 a 26 por cento para tornar os carros mais "acessíveis" no maior mercado de automóveis do mundo, onde as vendas dos chamados veículos de energia nova sobem rapidamente.

A medida surge em meio às severas tensões entre China e Estados Unidos, que resultaram em tarifas adicionais impostas a a produtos norte-americanos importados para o país, incluindo automóveis, o que prejudicou a Tesla. A montadora atualmente importa todos os carros que vende no mercado chinês.

"Estamos absorvendo parte significativa da tarifa para ajudar a tornar nossos carros mais acessíveis aos clientes na China", informou a Tesla em comunicado enviado à Reuters.

A medida marca uma mudança em relação a julho, quando a Tesla foi uma das primeiras montadoras norte-americanas a elevar preços no mercado, em respostas às tarifas. A companhia aumentou os preços dos carros Model X e S em cerca de 20 por cento.

No mês passado, a Tesla advertiu que enfrentava problemas com a venda de carros na China por causa das novas tarifas que forçariam a companhia a acelerar os investimentos na primeira gigafábrica no exterior, em Xangai.

A montadora garantiu o local para instalação no mês passado, o que a ajudará a evitar tarifas de importação.

A companhia, que recentemente iniciou as pré-vendas do novo Model 3 na China, acrescentou no comunicado que o preço de etiqueta do automóvel partiria de 540 mil iuanes (77,9 mil dólares) para versão com motor duplo.

Antes do aumento de preço em julho, a Tesla reduziu os preços em seus modelos na China em maio, após Pequim ter dito que cortaria as tarifas de importação para todos os automóveis.

(Por Yilei Sun e Adam Jourdan)