search

> FECHAR

Olá,
%name%

Aproveite agora e faça sua assinatura digital por apenas:

10x de

29,90

Topics

TopicAlexandre Espírito Santo

Alta ociosidade deverá abrir espaço para Selic ficar abaixo de 5% em 2020

Alguns economistas avaliam que fraca atividade econômica e pouca expansão na renda não irão gerar pressões inflacionárias relevantes para 2020; outros especialistas veem cenário com cautela

Fundos são responsáveis por puxar a expansão da dívida pública em 2018

Juntas, as carteiras de investimentos e as posições de planos de previdência privada totalizam 51,87% de participação no total de títulos federais em 2018, sendo os principais credores do País

Juros futuros têm tendência de queda e variação mais forte até abril de 2019

Caso as expectativas quanto a entrada de Jair Bolsonaro no governo se concretizem, a redução de riscos trará queda uma mais significativa das taxas de depósito interfinanceiro contratadas na B3

NDB, o banco dos Brics, e o BNDES terão papéis complementares no País

Pretensão da instituição financeira controlada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul será desenvolver o comércio internacional entre os países do bloco econômico e para outras regiões

Desocupação diminui para 12,4%, mas sem melhorar a renda pelo trabalho

Informalidade cresce em 12 meses e espalha por todas as áreas – empregos sem carteira assinada; empregadores sem o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica; e por conta própria sem previdência

Bancos e fundos são os mais beneficiados com Selic menor

Ciclo econômico. A redução da taxa básica de juros de 14,25% em outubro de 2016, para 6,75% em fevereiro de 2018, proporcionou ganhos expressivos para investidores de títulos no período

Ferramentas de gestão

VERSÃO DIGITAL (23/10/19)

Assinando o jornal impresso
você tem acesso total à versão digital.

© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços.
Todos os direitos reservados.