Pagamento do Bolsa Família no Caixa Tem começa esse mês

Em dezembro, 1,5 milhão de pessoas com NIS de final 9 ou 0 vão receber o Bolsa Família pelo Caixa Tem.

Começa no mês de dezembro o pagamento do Bolsa Família no Caixa Tem, através da poupança social digital. Os primeiros a receber o dinheiro pela plataforma são os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) de final 9 e 0. Atualmente os contemplados pelo Bolsa Família recebem seu benefício através do Cartão Cidadão.

Como receber Bolsa Família no Caixa Tem?

A Caixa Econômica Federal vai abrir de forma automática e gradual as contas para recebimento do benefício. Ao passo que, não há necessidade do cidadão apresentar documentos ou comparecer a uma agência. Dessa forma, mais de nove milhões de famílias que ainda não possuem conta bancária poderão receber os valores por meio de crédito na conta digital.

Além disso, após a mudança ainda será possível sacar parte ou todo o dinheiro com o Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Nota-se que a conta que pode ser acessada no aplicativo Caixa Tem é uma poupança simplificada. A qual não tem tarifas de manutenção e conta com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil. O beneficiário pode usar a mesma senha do cartão social para acessar a conta.

Calendário de pagamentos

Em dezembro, 1,5 milhão de pessoas com NIS de final 9 ou 0 vão receber o Bolsa Família pelo Caixa Tem. Para esse grupo, que é o primeiro a receber pelo aplicativo, ainda vale o depósito do auxílio emergencial. Nos dias 22 e 23 de dezembro há o pagamento da última parcela desse benefício para esses cidadãos.

A data de crédito segue o calendário regular do programa, que tem depósitos nos dez últimos dias úteis de cada mês, e usa como base o final do NIS. Veja os meses que ocorrerá o início dos depósitos do Bolsa Família no Caixa Tem:

  • Dezembro: 1,5 milhões de beneficiários com NIS de final 9 e 0;
  • Janeiro de 2021: 2,25 milhões de beneficiários com NIS de final 6, 7 e 8;
  • Fevereiro de 2021: 2,25 milhões de beneficiários com NIS de final 3, 4 e 5;
  • Março de 2021: 3 milhões de beneficiários com NIS de final 1 e 2; além de Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (GPTE), que inclui indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua.

 

Leia também:

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.