Flamengo perde para o São Paulo, mas é campeão do Brasileirão 2020

Rubro-negro perdeu por 2 a 1, mas Inter empatou com o Corinthians e viu título ficar com o Flamengo; vitória deixa São Paulo classificado para fase de grupos da Libertadores.

São Paulo vence Flamengo por 2 a 1, mas Rubro-negro é campeão do Brasileirão 2020, logo depois do Inter empatar com o Corinthians em 0 a 0. Tricolor e Fla se enfrentaram nesta quinta (25), no Morumbi, enquanto Colorado e Timão jogaram no Beira-rio.

A vitória garantiu os donos da casa na fase direta da Libertadores. O Tricolor dependia apenas de si e precisava de uma vitória para conquistar a vaga. Já o Flamengo, com a taça de campeão do Brasileirão, conquista primeiro título da era Ceni e o bicampeonato da competição.

São Paulo vence, mas Flamengo é campeão do Brasileirão

O primeiro tempo demonstrou claramente as estratégias de ambas equipes. Enquanto o São Paulo se defendia e apostava no contra-ataque, o Flamengo mantinha a posse de bola, mas sofria para quebrar a retranca Tricolor.

Os donos da casa chegaram a dar apenas uma finalização no primeiro tempo. No entanto, o chute que o Tricolor deu, entrou. Em cobrança de falta, aos 49 minutos do segundo tempo, Luciano bateu no canto do goleiro Hugo e abriu o placar.

A vitória garantia o São Paulo na fase de grupos da Libertadores, entretanto no início do segundo do tempo, Bruno Henrique empatou o confronto. Em cobrança de escanteio, Gustavo Henrique desviou pro meio da área, e o camisa 27 apenas escorou para o fundo da rede.

O Rubro-negro mantinha a posse de bola e buscava quebrar a retranca são-paulina, mas quem chegou ao segundo gol foram os donos da casa. Em saída de bola errada de Hugo, Daniel Alves recuperou a bola e tocou para Pablo. Na frente do gol, o camisa 9 apenas estufou a rede e correu para o abraço. Resultado final: São Paulo 2 x 1 Flamengo

São paulo se garante na fase de grupos da libertadores
São paulo se garante na fase de grupos da libertadores (foto: twitter/são paulo)

Flamengo conquista o bicampeonato

Embora o confronto entre São Paulo e Flamengo tivesse encerrado, o jogo no Beira-rio ainda mantinha a bola rolando. A derrota dava o título ao Rubro-negro, mas se o Inter vencesse o jogo contra o Corinthians, venceria a competição.

Logo depois do jogo, o elenco flamenguista acompanhou a partida do Rio Grande do Sul e após o apito final, comemoram o oitavo título do Brasileirão, sendo o segundo consecutivo.

Rogério Ceni campeão no Morumbi

Um fato que não é rotineiro na história do futebol, é Rogério Ceni ser campeão dentro do Morumbi. No entanto, com a camisa de outro time, sem ser o São Paulo, esta foi a primeira vez.

Contratado em novembro pelo Rubro-negro, Ceni chegou diante de muita expectativa na equipe carioca. Os resultados abaixo do esperado geraram desconfiança do torcedor, além das eliminações na Copa do Brasil e Libertadores.

Entretanto, com o Brasileirão mais disputado rodada após rodada, o Flamengo engatou cinco jogos sem perder na reta final da competição e viu a chance de título se aproximar. A vitória diante do Inter na 37ª rodada concretizou o que a equipe planejava e o time de Ceni chegou a última rodada dependendo apenas de si para ser campeão.

Embora o revés não fosse o resultado esperado, o empate entre Inter e Corinthians culminou no título dos cariocas, que permaneceram com 71 pontos, enquanto os Colorados foram para 70.

Flamengo é campeão do brasileirão com 71 pontos
Flamengo venceu campeonato brasileirão com 71 pontos (foto: alexandre vidal/flamengo)

Títulos do Flamengo no Brasileirão

Com o título do Rubro-negro, a equipe carioca chegou ao seu oitavo caneco do Campeonato Brasileiro. No entanto, a quantidade de títulos do Flamengo é questionável. Isso porque a conquista de 87, de acordo com a CBF, tem o Sport como campeão.

Na década de 80, o Rubro-negro enfileirou títulos atrás de títulos. Conhecido como Flamengo de Zico, o clube carioca conquistou o Brasileiro em 1980, 1982 e 1983, além de 1987, 1992, 2009 e 2019.

“Era de ouro” do Flamengo

O time que começou a ter forma no final dos anos 70, tinha no elenco jogadores da base como: Zico, Leandro, Júnior, Andrade, Adílio e Tita. No Campeonato Brasileiro de 80, a equipe conquistou seu primeiro caneco do Brasileirão, onde enfrentou o Atlético-MG na final. Com vitória dos mineiros, por 1 a 0, no primeiro jogo, os flamenguistas conseguiram vencer a volta por 3 a 2, em um Maracanã com 150 mil pessoas. Embora na soma dos placares as equipes estivessem empatadas, o Flamengo teve campanha melhor na competição, e por isso garantiu o título de campeão do Brasileirão.

Em 1982, o Flamengo novamente buscou o título brasileiro. Logo depois de eliminar o Santos e Guarani, nas quartas e semi, respectivamente, o clube enfrentou o Grêmio na decisão. Até então, os tricolores eram os atuais campeões da competição. No entanto, após empate por 1 a 1, no jogo de ida, os flamenguistas venceram a volta e conquistaram seu segundo título do Campeonato Brasileiro.

Time base do flamengo na década de 80
Time base do flamengo na década de 80 (foto: reprodução/https://miro. Medium. Com)

Rubro-negro campeão com recorde de público

No ano seguinte, a equipe rubro-negra novamente entrou como favorita ao título, e o favoritismo se confirmou. Após ótima campanha na primeira fase, o clube eliminou Vasco e Atlético-PR, e enfrentou o Santos na final. No primeiro confronto, o Peixe venceu por 2 a 1, no entanto, em um Maracanã com 155.253 torcedores, um recorde de público do Campeonato Brasileiro, o Flamengo venceu por 3 a 0 e conquistou o terceiro caneco.

Com três títulos brasileiros em quatro anos, o clube fechou sua fase de ouro, comandados por Zico, e formou a base da Seleção Brasileira daquela época. No entanto, após fracassos nos anos seguintes, o Rubro-negro só retomou o trilho das vitórias em 1987.

Entenda o Campeonato Brasileiro de 87

A CBF organizou em 1987 a Copa União. A ideia da entidade era que o campeão e vice da competição, enfrentassem os dois primeiros colocados do Módulo amarelo, suposta segunda divisão.

No entanto, os clubes da então “primeira divisão” não aceitaram enfrentar os times da divisão inferior e diante deste cenário, a CBF “vendeu” a Copa União como se fosse o Campeonato Brasileiro. Ao final, o Flamengo venceu o torneio com o Inter em segundo lugar, enquanto Sport e Guarani se classificaram pelo Módulo amarelo.

No inicio de 1988, a CBF organizou os jogos entre as quatro equipes, mas tanto cariocas quanto gaúchos não entraram em campo. Com apenas Sport e Guarani, as duas equipes venceram por W.O e fizeram a final, com os pernambucanos vencendo por 1 a 0, e sendo declarado “campeão” do Brasileirão de 87.

Zico é considerado o maior jogador da história do clube
Zico é considerado o maior jogador da história do clube (foto: reprodução/coluna do fla)

Campeão brasileiro em 92

Em 1992, o Flamengo chegou a mais um título do Campeonato Brasileiro. Após se classificar em quarto na primeira fase, o time carioca garantiu o primeiro lugar do grupo A na segunda etapa e chegou ao mata-mata. Na decisão, o clube enfrentou o líder do grupo B, o Botafogo, e após vencer o primeiro jogo por 3 a 0, o Rubro-negro conseguiu o empate em 2 a 2, no segundo confronto, e venceu o campeonato.

Com uma equipe recheada de craques, o clube contava com jogadores como: Renato Gaúcho, Djalminha, Júnior, Zinho e cia.

Retomada em 2009 com Adriano

Demorou 17 anos para que o Flamengo conseguisse ser campeão do Brasileirão novamente, no entanto, o título veio. Pela primeira vez em sua história, o clube conquistou o Campeonato Brasileiro nos pontos corridos. E, com uma campanha de 19 vitórias, 10 empates e nove derrotas o time carioca venceu a competição, com o Inter no segundo lugar, assim como neste ano.

O roteiro de 2009 era bem parecido com o atual. O time da Gávea ocupou a liderança na penúltima rodada da competição, e disputava o título justamente contra o Colorado. No entanto, assim como em 2021, o título ficou com os cariocas que venceram o Grêmio na última rodada, por 2 a 1.

Com Adriano Imperador como estrela do clube, a equipe ainda tinha no elenco jogadores como Ronaldo Argelim, Juan, Léo Moura e Petkovic.

Era Jesus e recordes flamenguistas 

Por fim, a última vez que o Rubro-negro venceu o Brasileirão até então ocorreu na temporada passada, em 2019. Sob o comando do português Jorge Jesus, a equipe rubro-negra fez história na competição. Com 26 vitórias, seis empates, mas somente quatro derrotas, o Flamengo venceu a Brasileiro com 90 pontos, um recorde no campeonato na era dos pontos corridos.

+ Nova camisa do Flamengo: veja imagens do uniforme 1 do clube

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.