Black Friday Brasil 2020: confira dicas para aproveitar as compras online

A Black Friday está chegando. Confira as principais dicas para aproveitar o dia de promoções de forma tranquila e segura, segundo o Procon.

A Black Friday Brasil 2020 se aproxima e as expectativas dos consumidores em comprar produtos pelo menor preço possível. Um dos maiores eventos do comércio internacional será no dia 27 de novembro, a última sexta-feira do mês.  Contudo, antes de ir às compras, é importante estar atento(a) a tentativas de fraudes ou golpes.

Neste ano, a corrida por descontos nas lojas, bem como filas de consumidores à espera da abertura dos comércios, devem ser substituídas pelas compras online. A pandemia e o isolamento social são os principais fatores para essa mudança, ainda que o comércio físico, nas principais regiões do país, já estão com as portas abertas.

Por isso, o jornal DCI reuniu dicas para aproveitar as compras online na Black Friday. Confira-as, a seguir.

Dicas para aproveitar a Black Friday Brasil 2020

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

o Procon-SP lançou informativos sobre a Black Friday com orientações para compras seguras. Segundo o órgão de defesa do consumidor, com atitudes simples e práticas, a data pode ser aproveitada de forma consciente e responsável.

Sendo assim, a principal orientação é o acompanhamento de preços dos produtos desejados antes mesmo do dia 27 de novembro. A pesquisa das características, comparação de valores e outras informações sobre a mercadoria devem ser pesquisadas com antecedência.

Além disso, os consumidores devem acessar os canais oficiais das empresas para buscar as ofertas. Por isso, evite clicar em links promocionais recebidos por e-mail ou redes sociais, como o WhatsApp.

“A publicidade pode criar uma falsa imagem de promoção e levar o consumidor a comprar um produto que ele não necessita por um preço que pode não ser vantajoso. Por isso é imprescindível fazer uma lista dos produtos que ele precisa, além de pesquisar os preços previamente”, ressalta Fernando Capez, secretário de defesa do consumidor.

Outras dicas – Black Friday Brasil 2020

Além das orientações como pesquisas anteriores à compra, acompanhamento de preços, e negociações em sites oficiais, o consumidor deve seguir as seguintes orientações, segundo o Procon-SP:

  • jamais forneça dados, senhas, códigos etc para terceiros ou páginas redirecionadas;
  • não acredite em ofertas de ajuda, sorteio, dinheiro etc enviadas pelo whatsapp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links;
  • nunca compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem;
  • não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais;
  • baixe aplicativos apenas das lojas oficiais;
  • em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar;
  • utilize antivírus no computador, tablet e smartphone;
  • confira se o site é confiável: sempre antes do endereço eletrônico deve aparecer um cadeado. Somente assim, prossiga a compra.

Ademais, recomenda-se fazer uma lista do produto ou serviço que precisa ou deseja e que estipule um limite de gasto, evitando assim gastar mais do que o previsto e prejudicar o orçamento.

Outro ponto importante é observar o prazo de entrega do produto e saber a política de troca da empresa. Para isso, basta acessar o site do ReclamaAqui e fazer uma pesquisa simples sobre a loja virtual.

Além disso, o valor do frete interfere, e muito, para realizar a compra online. Se a entrega custar mais que o valor de desconto do produto, a promoção não vale a pena.

Por fim, “nas compras feitas em sites, é preciso estar atento se há alteração no preço informado inicialmente (da oferta inicial, passando pela colocação do produto no carrinho até o pagamento)”, afirma o Procon.

Sites falsos

notebook com site de compras online
Foto:Reprodução

A compra online facilita a aquisição de produtos e também as vendas. Muitas empresas têm apostado em plataformas virtuais, substituindo os estabelecimentos físicos por lojas online.

O e-commerce cresceu nos últimos meses, mas também a disseminação de sites fraudulentos e a aplicação de golpes digitais. “As quadrilhas estão falsificando sites, inclusive de empresas conhecidas com a intenção de enganar o consumidor e tomar seu dinheiro. É preciso que as pessoas redobrem atenção nas compras online, em especial, agora em novembro quando acontece a Black Friday”, avisa o secretário de defesa do consumidor, Fernando Capez.

Além disso, Capez acrescentou que verificar a confiabilidade do site deve ser uma hábito. “Uma dica simples pra quem vai comprar na internet é consultar no nosso site a lista de sites não recomendáveis, que conta com mais de 160 empresas que prejudicaram consumidores. E caso tenha conhecimento de sites falsos ou que não entregam, denuncie ao Procon-SP para que possamos alertar outras pessoas.”

Por fim, confira a lista de sites falsos, elaborada pelo Procon-SP, no site do órgão ou clique aqui.

 

Denúncias de Fraudes – Procon-SP

O Procon-SP disponibiliza canais de atendimento à distância para receber denúncias, intermediar conflitos e orientar os consumidores: via internet (www.procon.sp.gov.br), aplicativo, disponível para Android e iOS,  ou via redes sociais. Sendo assim, basta marcar o perfil @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento que se quer denunciar.

Fonte Procon-SP

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes