Mãe de Neymar faz harmonização facial e surge em antes e depois

Nas redes sociais, a clínica responsável pelo procedimento estético mostrou uma montagem em que comparara o antes e o depois dos primeiros passos do tratamento de Nadine, de 52 anos.

Nadine Gonçalves, a mãe de Neymar, passou por uma transformação. Mas ela não recorreu a cirurgia plástica, mas, sim, a um procedimento menos invasivo, chamado harmonização facial.

Nas redes sociais, a clínica responsável pelo procedimento estético mostrou uma montagem em que comparara o antes e o depois dos primeiros passos do tratamento de Nadine, de 52 anos. Aliás, foi neste espaço que Ludmilla e Brunna Gonçalves fizeram lipoaspiração.

“Tivemos o prazer de receber a nossa querida @nadine.goncalves para iniciar sua Harmonização Orofacial. É apenas o início do tratamento e apesar disso o resultado imediato foi incrível! Fizemos uma reestruturação facial utilizando ácido hialurônico para devolver contornos e volumes a estruturas da face que se perderam com o tempo. Também foi realizado aplicação de toxína botulínica para suavizar e previnir rugas. A equipe de Harmonização Orofacial da @jkesteticaavancada agradece a querida paciente pela confiança em nosso trabalho”, disse o perfil da clínica no Instagram.

 

Mãe de Neymar faz harmonização, veja antes e depois

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em julho, quem passou pelo procedimento foi a filha de Nadine, Rafaella Santos. A irmã de Neymar fez uma série de procedimentos, detalhados pelo médico responsável por sua transformação.

Como é feita a harmonização facial?

Os preenchedores de ácido hialurônico são colocados em pontos específicos da face, dando estrutura e suporte ao rosto (efeito lifting), suavizando marcas de expressão e mudando a o contorno facial. Então, a decisão pela quantidade e onde aplicar depende de uma avaliação do profissional.

A técnica, que utiliza cânula ou agulha para injetar a substância na pele, pode durar de 15 minutos a 60 minutos, dependendo da complexidade. O sangramento é mínimo e por não haver cortes, permite o retorno imediato do paciente às atividades. Geralmente é utilizada uma anestesia local ou apenas um anestésico tópico, dependendo da região a ser alterada. Contudo, o efeito pode variar em cada paciente, mas – no geral – dura até 1 ano.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes