Cinco bons filmes de comédia para assistir no isolamento

Durante os tempos de isolamento social, assistir filmes de comédia pode ser um dos melhores remédios para sair do tédio ou do clima ruim.

Durante os tempos de isolamento social, assistir filmes de comédia pode ser um dos melhores remédios para sair do tédio ou do clima ruim. Porém encontrar o que assistir nos imensos catálogos das diferentes plataformas de streaming pode ser uma tarefa árdua. Por isso, o DCI selecionou cinco clássicos do gênero que podem ser encontrados nas principais plataformas de streaming.

O Auto da Compadecida 

Um clássico do cinema brasileiro, O Auto da Compadecida quase sempre figura em listas nacionais dos melhores filmes de comédia. A adaptação da peça teatral escrita por Ariano Suassuna ganhou vida no fim da década de 90, quando a Rede Globo decidiu fazer uma minissérie baseada na história escrita pelo escritor nordestino. O sucesso foi tremendo e em 2000 a série foi relançada em formato de longa-metragem. A atuação dos atores Selton Mello e Matheus Nachtergaele é divertida e, certamente, um do principais fatores para o sucesso do filme. Se você ainda não assistiu, pode encontrar O Auto da Compadecida – em formato de minissérie – no site da Globoplay

Cegos, Surdos e Loucos

Os veteranos Richard Pryor e Gene Wilder encontram-se nessa comédia sobre um homem cego e outro surdo que unem forças para impedir os planos de um trio de ladrões. Embora seja um ‘besteirol’, o filme possui cenas muito divertidas que comprovam a química entre Pryor e Wilder, ator famoso por interpretar Willy Wonka na versão original do filme A Fantástica Fábrica de Chocolate. Mesmo com duros comentários da crítica especializada, o filme foi um grande sucesso de bilheteria e faturou cerca de US$ 49,9 milhões. Apesar de não terem sido bons amigos fora do set de filmagem, a dupla conseguia trabalhar com extrema naturalidade e muitas improvisações durante as gravações. De todos os filmes estrelando a dupla, Cegos, Surdos e Loucos certamente é o mais forte. Atualmente, a comédia encontra-se disponível na Netflix.

Casal Improvável 

Lançada em junho de 2019, essa comédia romântica traz Charlize Theron e Seth Rogen como um casal improvável. A atriz interpreta uma grande diplomata dos EUA prestes a candidatar-se à presidência. Já Rogen atua no papel de um jornalista falastrão e ativamente político. O filme desenrola-se a partir do momento em que o personagem de Rogen é contratado para escrever os discursos de campanha de seu par romântico – desse momento em diante, diversas situações cômicas e inusitadas acontecem por conta das diferenças de caráter entre as personagens. Além de satirizar elementos do atual momento político dos Estados Unidos, o filme ganha forças ao saber dosar bem as cenas de comédia e romance. As mais de duas horas de filme renderam uma bilheteria de US$ 53,9 milhões. O filme pode ser visto na plataforma Prime Video.

Um Tira da Pesada

Clássico responsável por consagrar o comediante Eddie Murphy como um dos maiores atores do gênero, Um Tira da Pesada é inegavelmente ótima pedida para quem gosta dos anos oitenta. A história acompanha Axel Foley (personagem de Eddie Murphy), um policial de Detroit que viaja para Beverly Hills em busca dos assassinos de seu amigo de infância. Com uma história bem construída (e ótimas piadas), a comédia rendeu uma indicação ao Oscar por Melhor Roteiro Original e ganhou o prêmio de Longa-metragem favorito pelo People’s Choice Awards. O sucesso internacional motivou o lançamento de duas continuações da história de Axel Foley. Aliás, um roteiro para um quarto filme já está em produção.  Você pode assistir o filme na Netflix

Monty Python em Busca do Cálice Sagrado

O senso de humor britânico nem sempre é tão bem recebido quanto o americano, contudo o grupo de comediantes Monty Python soube alterar essa lógica com sua série de filmes lançada entre 1971 e 1983. Das cinco comédias lançadas pelo grupo, Monty Python em Busca do Cálice Sagrado foi, inegavelmente, a de maior prestígio. O longa-metragem popularizou o senso de humor nonsense ao redor do mundo e lançou o grupo ao estrelato. Para a produção do filme, o Monty Python desembolsou somente US$ 400 mil, mas conseguiu lucrar cinco US$ 5 milhões em bilheteria. Os trabalhos cinematográficos do grupo podem ser encontrados no Netflix.

- continue lendo -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes