Criador de Emily em Paris, Darren Star, diz que não se arrepende dos clichês

Darren Star, criador de Emily em Paris, disse que pretendia que seu novo programa fosse “uma carta de amor a Paris”.

O criador de Emily em Paris, série de sucesso da Netflix, defendeu o programa após críticas de que sua visão da cidade é muito clichê.

O escritor e produtor executivo dos Estados Unidos, Darren Star, disse “não lamentar por ver Paris através de lentes glamorosas”.

A série mostra uma jovem americana, interpretada por Lily Collins, que viaja à capital francesa a trabalho. Contudo, a série recebe muitas críticas, principalmente na França, por promover imagens estereotipadas da cidade e de seus moradores.

“Nenhum clichê é poupado, nem mesmo o mais desesperado”, escreveu Charles Martin do Premiere em sua crítica em francês quando o programa estreou no início deste mês.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Cite um clichê sobre a França e os franceses e você o encontrará em Emily em Paris”, concordou Fabien Randanne, do 20 Minutes .

 

Criador de Emily em Paris
Imagem: Reprodução / Getty Images

Criador de Emily em Paris queria celebrar a cidade

Emily em Paris, também enfrentou críticas de  outros jornais internacionais  não franceses. Além disso, um deles alegou que a série oferece “uma versão em quadrinhos” da capital francesa.

No entanto, outros críticos foram mais indulgentes, como o Daniel D’Addario da Variety, que avaliou a série como “uma delícia” em um “cenário verdadeiramente convidativo”.

Em declarações ao The Hollywood Reporter, Star, que também criou Sex and the City, disse que pretendia que seu novo programa fosse “uma carta de amor a Paris” vista pelos olhos da personagem de Collins.

“A primeira coisa que ela vê são os clichês, porque é o ponto de vista dela”, explicou ele. “Eu queria fazer um show que celebrava essa parte de Paris”.

No início deste mês, Star revelou que se baseou em suas próprias experiências de visita à cidade. “Eu queria mostrar Paris de uma forma realmente maravilhosa, que encorajasse as pessoas a se apaixonarem pela cidade assim como eu”, disse ele ao New York Times .

Ainda não há confirmação se haverá uma segunda temporada, mas Star revelou que já tem ideias sobre o que sua heroína fará a seguir.

“Ela será mais uma residente da cidade na próxima temporada”, disse ele à revista Oprah. “Ela vai ter os pés no chão um pouco mais”.

Além disso, a própria Collins disse à Vanity Fair que “adoraria voltar a Paris” para filmar uma segunda temporada.

Informar Erro
Fonte BBC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes