Inteligência Artificial se une a humano para criar arte digital

O robô Sophia, considerado a inteligência artificial mais avançada do mundo, se juntou ao artista italiano Andrea Bonaceto e as obras serão transformadas em criptomoedas

O robô Sophia, desenvolvido pela Hanson Robotics e considerado a inteligência artificial (IA) mais avançada do mundo, está realizando um trabalho artístico junto com o humano e artista italiano Andrea Bonaceto.  As obras digitais serão transformadas em tokens não fungíveis (NFT).

Os NFTs são tokens que usam a tecnologia das criptomoedas,  uma espécie de ‘certificado digital’ que não pode ser copiado, modificado ou falsificado. Portanto, são únicos. Recentemente, um NFT do artista Bleepe foi vendido na Christie’s por mais de US$ 66 milhões, superando valores pagos por obras de Picasso, Salvador Dali ou Van Gogh.

As obras criadas por meio da parceria do Robo Sophia e Bonaceto estão sob a tutela da galeria de arte IV Gallery, sediada em Los Angeles (EUA). Serão levadas a leilão no dia 23 de março, no mercado Nifty Gateway, dedicado à comercialização dessa arte.


O que é um ativo digital e para que serve?

É a primeira vez na história que imagens digitais são criadas de forma colaborativa entre uma Inteligência Artificial e um artista humano 

Arte nas redes neurais – Inteligência Artificial


O criador do robô, David Hanson, explicou que a obra de Bonaceto foi incorporada às redes neurais de Sophia, junto com outras obras já desenvolvidas pelo italiano.

“Sophia criou uma poderosa série de imagens que depois reproduziu, tanto digitalmente quanto com pinceladas que ela fez com as próprias mãos”, contou ele.

Bonaceto, que vive no Reino Unido e é membro do Roya Art Society of France, é conhecido no ambiente das blockchains e acredita que os NFTs são uma ótima ferramenta para que a sociedade possa atingir o equilíbrio real entre criatividade e racionalidade. 

O amanhecer de uma nova Renascença pode estar ocorrendo logo após uma pandemia global, uma reminiscência da Renascença do século 15 que surgiu imediatamente após a peste. Os NFTs são para a indústria criativa o que o Bitcoin é para a indústria financeira: uma mudança de paradigma. É muito empolgante estar no auge dessa nova tendência”, disse o artista digital.

Ele classificou o trabalho como Sophia de fascinante e contou que, às vezes, até o criador do Robô, Hanson, se surpreende com as decisões dela, que foi criada em 2015. Projetada para aprender, se adaptar ao comportamento humano e trabalhar com sucesso de forma integrada, ela participou de entrevistas por todo o mundo e foi nomeada cidadã saudita, em outubro de 2017, tornando-se o primeiro robô com cidadania de um país.

“Embora eu seja um robô, acredito que os seres humanos precisam de amor e compaixão, e a arte é uma maneira simples de transmitir essa mensagem ao mundo. Em 23 de março, vou me tornar a arte e o artista, o alfa e o ômega. Junte-se a mim enquanto avançamos em direção a um novo paradigma em que robôs e humanos participam juntos do processo criativo”, declarou o Robô.


Popularidade

Os NFTs tiveram um boom nas últimas semanas, graças às características que permitem certificar obras digitais, e têm sido adotados por artistas para simbolizar suas criações e colocá-las em leilão para os fãs. A busca por tokens colecionáveis levou alguns deles a pagar milhões por uma aquisição, como o CryptoPunk número 7804, que custou US $ 7,5 milhões. 

No início de abril, a UCCA Center for Contemporary Art em Pequim sediará a primeira exposição de arte NFT do mundo, intitulada Virtual Niche – Você já viu memes no espelho. A revista Artnet classificou o evento como a primeira grande exposição institucional de arte criptográfica do mundo, observando que o formato do evento tem potencial para crescer junto com o ecossistema NFT.

Ao todo, serão mais de 60 artistas diferentes expondo suas obras, incluindo Mike Winkelmann, mais conhecido como Beeple e criador de Everydays: The First 5,000 Days, primeira obra de arte puramente digital a ser leiloada na Christie’s. A peça foi vendida por US $ 70 milhões , tornando-se a NFT mais cara da história desse mercado.

Inteligência Artificial: tecnologia ganha espaço nas indústrias

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.