Gato Persa: saiba tudo sobre a raça que é tão amigável quanto os cães

O gato persa é caracterizado principalmente, pelos focinhos achatados e uma pelagem grande e sedosa. Mas não se engane! Esses pets são muito mais do que um rostinho bonito, entenda!

Diferentemente dos cães, os gatos exigem que os aceitemos em seus próprios termos e ao que parece, isso nunca foi um problema – afinal, se o felino não é, está bem perto de ser o animal favorito dos humanos. Os gatos persas, por exemplo,  são reconhecidos em qualquer lugar e tornaram-se uma das raças mais famosas.  É impossível ter assistido Garfield ou ter visto o Snowball, no filme Stuart Little e não ter morrido de amores por esses felinos – que pasmem! – são Persas.

Essa raça é caracterizada, principalmente, pelos focinhos achatados e uma pelagem grande e sedosa. Mas não se engane! Esses pets são muito mais do que um rostinho bonito, e explicamos o porquê!

História do gato persa

Um viajante italiano chamado Pietro Della Valle passou pela Pérsia – chamada de Irã atualmente, e trouxe consigo alguns dos belos gatos que andavam pelas ruas locais. Isso aconteceu no século XVII, e esse passeio deu início a história dos gatos Persa.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Gato persa
(Foto: Divulgação/ Pinterest)

Eles se tornaram animais de estimação populares primeiramente na Grã Bretanha, e apenas em 1900, os americanos passaram a importar esses felinos. E a partir daí, eles ficaram cada vez mais populares no mundo. Daquela época para hoje, algumas características físicas do animal os dividiu em Persas Show, Pet e Breeder. Além disso, eles podem ser encontrados em mais de cem cores diferentes.

Temperamento e personalidade

Os Gato persas têm bom temperamento
(Foto: Divulgação/ Pinterest)

Muito inteligentes, os gatos persas preferem mil vezes um descanso naquela fresta de sol que entra pela janela, do que se exercitarem pulando em todos os móveis da casa. Sendo assim, são calmos, dóceis e se adequam muito bem aos ambientes – mas justamente pela falta de exercícios tendem a ficarem acima do peso. São felinos observadores que amam um carinho, mas, um tanto quanto orgulhosos para pedir.

Elegantes e graciosos, podem ser considerados mau-humorados em um casa muito agitada. Em contrapartida, se adaptam perfeitamente aos apartamentos e a solidão – isso não significa que você vai abandonar seu pet por dias a fio, tudo bem? Esses felinos também podem ser muito tolerantes com crianças e se enturmam fácil com outros pets.

Cuidados com o gato persa

Filhotes de gatos persas
(Foto: Divulgação/ Pinterest)

Junto com todos os benefícios do temperamento do gato persa, o tutor também recebe algumas atribuições para manter a saúde e o bem-estar do felino.

  • Atenção com a pelagem: como já perceberam, esse atributo da raça Persa é de dar inveja. No entanto, o dono do felino precisa ter muito cuidado para mantê-la sempre brilhante e higienizada. Uma dica é fazer a escovação dos pelos diariamente com escovas de cerdas macias.
  • Dê banhos: Sim! Os gatos tomam banhos! E no caso dos Persas, devem ser regulares. Atente-se à secagem – que deve ser feita corretamente para evitar dermatites.
  • Faça tosas: inevitavelmente bolas de pelos se transformam em dreads muito desconfortáveis para os bichanos. Então repare nesses detalhes e com a ajuda de um profissional, faça tosas higiênicas no gato.
  • Cuidado com os olhos: outro problema que o focinho achatado pode causar é a secreção ocular, portanto, é recomendado higienizar os olhos do gato persa diariamente. Algodão e água são suficientes.
  • Sempre em isolamento: o gato persa é um gato caseiro, ou seja, ele não deve viver em quintais ou do lado de fora do seu ambiente.
  • Limpe a casa: mantenha os ambientes sempre extremamente limpos e arejados. Os gatos Persa “fogem” de locais sujos e mal cheirosos. Que tal usar o Feng Shui?
  • Repare no ar: é extremamente importante mantê-los sempre fresquinhos,  em um ambiente com ar condicionado e longe do calor excessivo. Isso ajudará a deixá-los protegidos e saudáveis.

Saúde

Gato Persa cinza
(Foto: Divulgação/ Pinterest)

Esses bichanos exigem muito cuidado. E são vários os motivos. Em primeiro lugar, os gatos persa tem muitos problemas hereditários. Eles são propensos a desenvolver doenças relacionadas à braquicefalia, ou seja, o fato de possuir o crânio mais largo em relação ao seu comprimento. Além disso, eles podem desenvolver problemas respiratórios por causa do nariz achatado, problemas de visão e odontológicos. Doenças cardíacas e dermatites também são comuns entre os felinos dessa raça.

Expectativa de vida

(Foto: Divulgação/ Pinterest)

Por serem gatos muito calmos, tranquilos, dóceis e que gostam de ficar em casa, a expectativa de vida dos gatos persas é de 10 a 15 anos.

Então, é muito importante lembrar: antes de decidir ter um felino em casa, saiba que ele demanda de cuidados, atenção e principalmente muito carinho. Se você estiver certo que quer adotar essa responsabilidade, toda a sorte do mundo nessa jornada com o novo companheiro.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes