Black Friday 2020 será histórica, indica estudo da Google

Pesquisas recentes indicam que a intenção de compra na Black Friday 2020 será maior em comparação ao último ano. Saiba mais!

A Black Friday 2020 será bem maior do que a do ano passado, segundo dados do Google. Setores que historicamente não registravam picos na data, como “alimentos e bebidas”, cresceram de 23% a 40% nas pesquisas. Enquanto isso, as categorias mais procuradas nas semanas anteriores às promoções apresentaram aumentos entre 22% e 51%.

Descontos e frete grátis

Os recordes de busca não se restringem apenas a produtos. Afinal, pesquisas relacionadas a termos como “cupom” e “cashback” tiveram um salto de 30% e 74%, respectivamente. Ofertas com frete grátis também estão na mira do consumidor: em julho deste ano, a procura pelo termo já era 118% maior do que no mesmo período em 2019.  

Consumidor mais cauteloso

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Consumidores estão pesquisando mais na Black Friday 2020
Pexels/Reprodução

Segundo o Estadão, a diretora de negócios para o Varejo do Google Brasil, Gleidys Salvanha, esclareceu que esse crescimento não se refere a compras antecipadas. Segundo ela, as pessoas estão mais cautelosas e preocupadas em pesquisar preços baixos antes mesmo da Black Friday 2020.

Sobre a alta expectativa de venda para novembro, Saldanha comentou que “a data tem acontecido há mais tempo e o consumidor tem ficado mais maduro”. Para a diretora, trata-se de um crescimento lógico. “Olhando o patamar que as buscas chegaram, não faz sentido cair”.

Black Friday 2020: produtos em alta

omem com celular
Pexels/Reprodução

Os números indicam que a Black Friday 2020 será histórica, mas quais são os principais alvos desse interesse elevado? Na última sexta-feira (23), a CNN Brasil Business divulgou uma resposta para essa pergunta, indicando as categorias mais procuradas pelos consumidores.

Em sua análise, foram utilizados dados da pesquisa do Google e de um estudo realizado pelo Instituto IPSOS, que mede a intenção de compra para a data. Confira abaixo a relação divulgada pelo site:

  • Tecnologia: a categoria será campeã novamente, com 62% das pessoas interessadas em comprar smartphones, tablets, alto-falantes inteligentes e smartwatches;
  • Eletrodomésticos: produtos como geladeiras, fogões e máquinas de lavar vão atrair 59% dos consumidores, ocupando o segundo lugar;
  • Moda: a categoria fecha o pódio por muito pouco, com 58% do interesse;
  • Beleza: para este setor a intenção de compra também é positiva, chegando a 54%;
  • Móveis, Casa e Decoração: segundo a CNN, 48% das pessoas vão investir em itens para o lar.

Sobre os resultados, o site comentou que “a comparação entre a projeção de 2020 e o dado consolidado do ano passado mostra que não houve mudanças substanciais no que os consumidores procuram na Black Friday”. No entanto, assim como a Google, o veículo reconheceu o crescimento da intenção de compra em relação aos anos anteriores.

Informar Erro
Fonte Isto É CNN

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes