O que é a Black Friday? Saiba como os ‘descontões’ chegaram no Brasil

Com origem nos Estados Unidos, a data acontece na após as Ações de Graças e os seus consumidores sempre esperam grandes promoções. Confira mais sobre como surgiu o evento:

Você provavelmente já ouviu falar dquela data cheia de promoções e descontos, mas você sabe o que é a Black Friday e onde ela surgiu? Muito mais do que um período onde sua caixa de e-mail fica lotada com divulgações das lojas, a data possui uma história.

Como muitos já conhecerm, a Black Friday é um dia inteiro reservado para grandes descontos e promoções no setor do varejo. Muitas pessoas reservam a data para fazerem grandes compras por um preço reduzido.

Assim como o termo, ela foi criada nos Estados Unidos, onde há uma grande liquidação que acontece um dia após o feriado de Ação de Graças. Ela cai na quarta sexta-feira de novembro.

 

Por que o termo Black Friday?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Na verdade, não existe um marco exato da criação da data. Segundo matéria da BBC, o termo foi utilizado pela primeira vez em 24 de setembro de 1869. Nesta data, dois bolsistas com grande reputação em Wall Street tentaram tomar o mercado de ouro na Bolsa de Nova York e o governo interviu elevando a matéria-prima. Assim, os preços caíram e investidores perderam fortunas. Porém, esse fato não se relaciona com o evento como conhecemos e suas promoções.

Também existem afirmações de que “Black Friday” foi o termo usado por policiais da Flórida que se referiam ao trânsito que o evento causava. Entretanto, apenas anos depois o termo tomou as proporções atuais e se tornou o maior dia de compras apenas em 2001.

Contudo, a Factory Management and Maintenance, newsletter do mercado de trabalho, reinvidicam a autoria do termo. Uma circular da empresa utilizou o termo, em 1951 ao se referir a quantidade de profissionais doentes no dia: “A síndrome da sexta-feira após o Dia de Ação de Graças é uma doença cujos efeitos adversos só são superados pelos da peste bubônica. Pelo menos é assim que se sentem aqueles que têm de trabalhar quando chega a Black Friday. A loja ou estabelecimento pode ficar meio vazio e todo ausente estava doente”.

Nos EUA, o evento reúne muitas pessoas que se empenham em filas enormes e tem a pretenção de garimpar as melhores ofertas.

Imagem: Freepik

Como funciona nos EUA?

Para os americanos, a data já se tornou um fenômeno cultural e econômico. Muitas lojas iniciam as vendas às 5 horas da sexta-feira, e outras já abrem no final da tarde de quinta-feira, com uma madrugada de promoções.

Hoje em dia, a preferência é pela compra online. Os principais produtos consumidos são eletrônicos e brinquedos.

Quais países adotam a data?

O Canadá passou a oferecer suas próprias liquidações após notar que diversos clientes se encaminhavam aos EUA para fazer suas comprar na data. Já o México deu o nome “El Buen Fin” (Bom fim de semana”, e a comemoração associa-se ao aniversário da revolução de 1910, e dura uma semana inteira. Outros países, como Paraguai, Austrália e Portugal também aderem a data.

Mesmo que o feriado de Ações de Graças não aconteça no Brasil, a data é incluída no calendário comercial. Além disso, inspirada na Black Friday, recentemente o país adotou a Semana do Brasil, promovido pelo Governo Federal em parceria com diversos varejistas.

black friday
Imagem: @ashkfor121 em Unsplash

Quando a Black Friday chegou no Brasil?

Foi apenas em 28 de novembro de 2010 que a data chegou no Brasil, envolvendo principalmente o varejo online. O primeiro a adotar foi o site Busca Descontos, que reuniu cerca de 50 lojas online. Naquele ano, o faturamento foi de R$ 3 milhões nas lojas online. Já o ano seguinte registrou um aumento de 88% e alcançou a marca de R$ 100 milhões.

A resistência para adotar o evento pode ter se originado do medo de comerciantes promoverem grandes descontos antes do Natal, porque os saldões geralmente aconteciam depois do Ano Novo.

Além disso, o Brasil não comemora a Ação de Graças por se tratar de um feriado americano. Ele remonta o evento em que os nativos americanos se juntaram aos colonos ingleses para ceiar, comemorando as boas colheitas do ano.

 

De onde vem o termo “Black Fraude”?

Nas primeiras vezes que a data aconteceu, alguns problemas a acompanharam. Muitos descontos na verdade eram falsos e muitos outros esquemas foram feitos. Muitos casos chegaram ao Procon, que tomou frente pelos consumidores. Ademais, a partir de 2012 muitas lojas receberam críticas por praticamente não darem descontos em seus produtos.

Problemáticas com o termo

Você já deve ter percebido que o nome traduzido soa um tanto estranho, já que “sexta-feira negra” pode gerar o sentido errado. Infelizmente, é muito comum a associação de coisas negativas com a cor preta, tanto no Brasil quanto nos EUA.

Todavia, já houveram tentativas de popularizar um nome alternativo. Uma das sugestões foi adotas o termo “Big Friday” para a data, mas ela não foi muito bem aceita.

Fonte BBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes