Semana Brasil 2020: saiba como comprar com até 70% de desconto

Similar a Black Friday, a Semana Brasil 2020 é um evento que acontece entre os dias 03 e 13 de setembro. Confira mais sobre:

0 493

Promovido pelo Governo Federal, a Semana Brasil 2020 é um evento em parceria com varejistas de todo o Brasil. Através dessa reunião, os lojistas oferecem descontos e atraem clientes para aquecer o comércio em meio à crise econômica. Portanto, ele acontece na semana de independência do Brasil, e segue os passos da Black Friday.

O que é a Semana Brasil 2020?

Com a primeira edição em 2019, o evento teve início neste ano no dia 3 e irá até o dia 13 de setembro. Nesse sentido, em sua segunda edição, é lançado em sua campanha de publicidade com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”. Foi criado pela Secretaria de Comunicação (Secom) do Governo Federal, então, em parceria com o Instituto de Desenvolvimenro do Varejo (IDV). Assim, tem como objetivo aumentar as vendas em momento de baixa demanda.

Por certo, segundo números levantados pela Ebit/Nielsen, o aumento em transações online durante o evento no ano passado foi de 41%, enquanto as vendas no varejo presencial cresceram 11,3%.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 

Conforme afirma o conselheiro do IDV, Marcos Gouvêa de Souza: “Estamos mobilizando todo o varejo para buscar as melhores formas de viabilizar as ações promocionais. Esta é uma ação totalmente suprapartidária, que trará benefícios para a economia do país como um todo”.

Também conhecida como a Black Friday brasileira, ele marca a primeira data comemorativa do varejo após a reabertura do comércio. A saber, o evento busca movimentar a economia em um momento que o país está oficialmente em recessão, já que no segundo trimestre o Produto Interno Bruto (PIB) sofreu queda de 9,7%, junto do auge da pandemia. De acordo com o IBGE, o comércio teve queda de 13% no segundo trimestre, como consequência do fechamento do comércio não essencial.

 

Quais lojas estão participando?

Participam da Semana Brasil 2020 lojas da área de:

  • Alimentação;
  • Eletrodomésticos;
  • Supermercados;
  • Móveis;
  • Roupas;
  • Livraria;
  • Sapatos;
  • Farmácias;
  • Materiais de construção;
  • Brinquedos.

Assim que, sejam físicas ou e-commerces, houve a realização de parcerias de 83 associações do comércio varejista. Você encontra a lista completa no site oficial da campanha (www.gov.br/semanabrasil/participantes/), mas é esperada a participação de milhares de comércios com ofertas.

“Estamos trabalhando junto com as associações comerciais, os clubes de dirigentes lojistas de todo o país que estão comprometidos em patrocinar um grande evento com promoções, preços, prazos. Nosso objetivo é retomar as atividades que foram bastante danificadas pela pandemia”, disse o presidente do IDV, Marcelo Silva.

Em contrapartida, também deve incluir a participação de pequenos comerciantes que farão suas campanhas por meio de exposição de produtos em marketplaces, como Amazon e Mercado Livre. Todavia, o tamanho dos descontos pode variar. Dessa forma, você pode verificar os valores em sites de promoções, e ficar atento a benefícios como frete grátis e cashback. Confira alguns dos principais participantes:

  • Americanas
  • Magalu
  • Shoptime
  • Submarino
  • Danny cosméticos
  • Ponto Frio
  • Casas Bahia
  • Extra
  • Compra rápida
  • Magazine Luiza
  • Pneu Store
  • Wine vinhos
  • Positivo
  • Zattini
  • encruzilhada
  • Netshoes
  • Ricardo Eletro
  • Electrolux
  • Estrela 10
  • Web Continental
  • Uninter
  • Compra certa
  • Shopclub
  • Mobly
  • Marabraz
Imagem: Freepik

Cibercrime

Em poucos dias da Semana Brasil 2020, o evento ja foi alvo de pishing. De acordo com o portal TechTudo, a empresa especialista em segurança Kaspersky identificou golpes para roubar dados pessoais. Em suma, através de publicações e anúncios falsos nas redes sociais, com nomes de e-commerces verdadeiros, são feitas grandes ofertas.

Assim que clicar no anúncio, o usuário é direcionado a uma página de ‘isca’, que existe com o objetico de receber pagamentos por produtos inexistentes ou captar dados bancários. Ou seja, você acaba oferecendo informações sensíveis.

 

Como evitar fraudes e golpes?

O termo “black fraude” já caiu na boca de todo brasileiro. Consiste no método de oferecer ”ofertas” com preços maiores do que o valor original. Ou seja, os vendedores inflam os valores dos produtos semanas antes da Black Friday para oferecer redução de preços na semana de promoção. Por isso, para evitar cair em fraudes e fazer compras seguras na Semana Brasil 2020, é preciso ter atenção. Segundo o Procon de Minas Gerais, em 2019 foram dadas algumas orientações:

  • monitorar o preço da mercadoria que se pretende adquirir;
  • desconfiar de preços muito baixos;
  • conferir o preço do frete antes de efetuar a compra;
  • verificar se existe garantia estendida ou seguro similar na hora de efetuar o pagamento;
  • checar o prazo de entrega;
  • buscar informações sobre o vendedor no site, redes sociais, com a família ou amigos.

Além disso, é importante verificar coisas como reclamações ou está na lista negra do Procon, ou se a loja tem CNPJ. Da mesma forma, manter-se organizado também é uma boa dica para não se perder no mar de promoções. Então, isso significa estar atento as datas e aos horários das promoções, manter uma lista daquilo que você deseja e comparar os preços.

Informar Erro
Fonte Estado de Minas TechTudo

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes