Venda de computadores no Brasil cai 35% no terceiro trimestre

As vendas de computadores pessoais no Brasil no terceiro trimestre caíram 35 por cento sobre o mesmo período de 2015, segundo IDC.

SÃO PAULO – As vendas de computadores pessoais no Brasil no terceiro trimestre caíram 35 por cento sobre o mesmo período de 2015, a 1,047 milhão de unidades, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira pela empresa de pesquisa de mercado IDC. Na comparação com o segundo trimestre, houve queda de 11 por cento no volume comercializado. Os recuos ocorreram mesmo com o preço das máquinas tendo ficado 105 reais mais baratos na comparação anual. “Prevíamos um terceiro trimestre mais aquecido, com o varejo abastecendo os estoques para as datas especiais como Black Friday e Natal, mas esse movimento não aconteceu”, afirmou o analista de pesquisa da IDC Brasil, Pedro Hagge, em comunicado à imprensa.

Computadores - queda nas vendasDo total de computadores vendidos no terceiro trimestre, 366 mil foram para o mercado corporativo e 681 mil para o consumidor final, com quedas de 26 e 38 por cento, respectivamente, em relação ao terceiro ao mesmo período de 2015. “As empresas privadas estão adiando investimentos e a compra de computadores e o setor público está travado, devido às eleições, troca de governos, gestões endividadas e outros problemas políticos e econômicos. Não há expectativas de melhoras para os próximos meses”, disse Hagge.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes