Felipe Neto é vítima de fake news e ameaças, e ganha apoio até da Xuxa

Desde que assumiu posicionamento contra o governo de Jair Bolsonaro, o youtuber é vítima de constantes ataques nas redes sociais.

Desde que assumiu posicionamento político contra o governo de Jair Bolsonaro, Felipe Neto e o irmão, Luccas, tem sido alvo de constantes fake news e ataques na internet. Porém, o youtuber já declarou que vai processar todos que o acusam de pedofilia.

Montagens de notícias de que os irmãos Neto apoiam a pedofilia ganhou as redes sociais e grupos de Whatsapp como sendo verídicas. Uma das mensagens atribuída ao youtuber foi de que ele teria escrito no Twitter a seguinte frase: “Criança é que nem doce, eu como escondido”.

Leia também sobre os cancelamentos nas redes sociais.

Linchamento virtual – Felipe Neto

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Neto explicou que esses influencers digitais promovem linchamento contra ele e o irmão por meio de notícias falsas, e que já acionou os advogados para resolver isso.

“Todos os influenciadores, blogueiros e tuiteiros de extrema-direita que estão associando a minha imagem e do meu irmão a qualquer assunto relacionado à pedofilia, terão a oportunidade de provar isso na Justiça”, escreveu o youtuber que possui 37,9 milhões de inscritos em seu canal. “Estamos abrindo diversos processos contra essas personalidades”, completou.

Desabafo no “Jornal Nacional” – Felipe Neto

Mas nesta semana os ataques deixaram de ser virtual e passaram a ser presencial. Na noite de quinta-feira (31), Felipe Neto deu entrevista ao “Jornal Nacional” e falou sobre a invasão que recebeu em frente à sua casa, na noite anterior, quando um carro de som parou na entrada do condomínio onde ele mora, no Rio, preferindo mensagens contra o youtuber.

“Virem atrás de mim, dentro da minha casa, mas é um nível de perseguição que eu não imaginei que aconteceria. Sabe aquele vilão de novela, que você fala assim: não existe na vida real? Mas existe. Ele está aí, ele acontece. E eu estou vendo agora na prática até onde as pessoas são capazes de ir”, desabafou.

Felipe Neto sentado de frente para o repórter em entrevista ao Jornal Nacional
Felipe Neto fala ao “Jornal Nacional” sobre os ataques que recebe por ser contra o governo Bolsonaro (Reprodução/Instagram)

Perseguição  

Felipe Neto disse ainda que se conforma em ser cobrado por possíveis erros que tenha cometido no passado, mas que não aceita ser perseguido ou alvo de mentiras. A reportagem mostrou que perfis em redes sociais fazem montagens para associar o youtuber a mensagens pedófilas, comprovadamente falsas.

“Não minta. Não tente atacar com ódio, raiva e vontade de arruinar a vida da pessoa. O que está acontecendo comigo hoje pode acontecer com sua família. Tenha responsabilidade usando as redes sociais. As pessoas manipulam justamente as que fazem o encaminhamento. Não seja manipulado por essa orquestra”, disse ele em outro trecho da conversa.

Felipe afirmou, novamente, que pretende processar quem mentir contra ele nas redes sociais e o autor do ato na porta de seu condomínio.

Autor das ameaças

O jornal “O Globo” identificou um dos autores do ataque ao youtuber. De acordo com a reportagem, publicada nesta sexta, um dos homens que foram acompanhados de um carro de som ameaçar Neto estava também entre o grupo que lançou fogos de artifício no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, no mês passado. Ele se identifica nas redes sociais como Cavalieri, o “guerreiro de Bolsonaro”.

Cavalieri apareceu em um dos vídeos do ato em frente à Corte que circularam nas redes sociais na época. Na ocasião, identificou-se como “Cavalieri do Otoni, assessor do deputado federal Otoni de Paula”, que é aliado do presidente Jair Bolsonaro. Não há registro, no entanto, no site na Câmara de nenhum assessor do parlamentar com esse nome.

O homem já fez diversas postagens contra Felipe Neto nas redes sociais. Em seu perfil no Facebook, ele postou um vídeo em que fala ao microfone na frente do condomínio onde o youtuber mora: “Ontem estive na porta do condomínio onde ele mora, e o desafiei para um debate, mas o covarde não apareceu, fica fácil se fazer de macho atrás (sic) das câmeras! Quer destruir a instituição mais importante de todas, que é a família”.

Foto dividida em dois com Xuxa do lado esquerdo e Felipe Neto do lado direito posados
Xuxa declarou apoio a Felipe Neto após reportagem no “Jornal Nacional” que ele denuncia ataques (Reprodução/Instagram)

Felipe Neto ganha apoio de Xuxa

Desde que divulgou que estava sendo vítimas de ataques nas redes sociais, Felipe Neto ganhou apoio de vários famosos, entre eles Luciano Huck e Xuxa. Após a exibição da reportagem com o youtuber no “Jornal Nacional”, Xuxa publicou em seu Instagram uma foto de Neto e disse que estava ao lado dele.

“Felipe Neto, estou com você de coração, corpo e alma. Se proteja, mas não se cale. Beijos, Tia Xuxa”, escreveu na legenda. O youtuber retribuiu a mensagem com “Eu te amo”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes