Compras pelo Instagram: confira quais cuidados levar em conta

Antes de comprar é fundamental avaliar se a loja e os produtos de fato existem.

De uns tempos para cá, as redes sociais se tornaram importantes vitrines para quem quer comprar todo tipo de coisa. Uma delas é o Instagram. Mas, apesar disso, é natural que para realizar compras pelo Instagram sejam necessários cuidados. Dados do Reclame Aqui mostram que em 2019 já havia aumentado em 86% o número de queixas contra lojas da plataforma em relação a 2018. 

Além disso, o Procon-SP notificou recentemente o Facebook para pedir explicações sobre o uso da plataforma para vendas. A entidade observou em uma pesquisa que 65% dos consumidores já haviam tido problemas ao comprar pela rede. Agora, o Procon-SP quer saber se o consumidor pode ter acesso aos dados dos perfis das lojas e prestadores no Instagram, tais como endereço, razão social e outras formas de contato.

 

Como fazer compras pelo Instagram de forma mais segura?

 

Primeiramente, o Instagram, assim como outras redes e sites, acaba oferecendo pontos positivos e negativos para quem compra. São muitos produtos, fotos, muita publicidade, comodidade, possível contato direto com quem vende, mas ao mesmo tempo também existe o risco do consumidor se deparar com lojas falsas ou vendedores pouco confiáveis ou que até podem sumir depois de uma venda. Como minimizar os riscos?

Para fazer compras pelo Instagram de forma mais segura, o primeiro ponto é checar se  a loja de fato existe. Preferencialmente prefira as contas que usam o Instagram Shop, que permite linkar preços diretamente nas fotos. De acordo com Giordano Magalhães Afonso, vice presidente da Tatix Full Commerce, é importante conferir se o perfil tem CNPJ, endereço físico ou virtual, informações que ajudam a localizar o fornecedor. “Caso não tenha essa informações básicas, o ideal é não comprar”, sugere.

Também é importante considerar que muitos vendedores do Instagram são informais. Ou seja, de fato não têm CNPJ. Com relação a isso não há muito o que fazer, já que muita gente, especialmente neste ano, passou a oferecer produtos e serviços de forma informal mesmo. Mas neste caso, vale avaliar os comentários e checar a reputação do vendedor entre quem já comprou. O que as pessoas estão falando sobre o produto e o serviço? A entrega aconteceu como combinado?

O ideal também ao fazer compras pelo Instagram é evitar lugares que só aceitam boleto ou depósito, onde não há possibilidade de verificação de autenticidade do lugar como plataformas de pagamento garantidas costumam fazer.

Imagem: Reprodução / Unsplash

- PUBLICIDADE -

Guarde todos os comprovantes

 

Outra sugestão para se proteger nas compras pelo Instagram é guardar todos os comprovantes relacionados à compra, desde a publicidade mostrada na rede até mensagens, descrição do produto, preço e formas de pagamento. “Além disso, vale o consumidor ficar atento às políticas de cancelamento e troca, caso a loja rejeite fazer devoluções, Assim será possível acionar os órgãos competentes, como o Procon” alerta Afonso, da Tatix Full Commerce.

Finalmente, fique atento a preços baratos demais. Quando a promoção parece muito boa para ser verdade, pode ser que realmente não seja. Compare em outros estabelecimentos o preço do que pretende comprar para poder contar com bons parâmetros e não levar gato por lebre!

 

Instagram
Comentários (0)
Comentar