Dia da Visibilidade trans: 7 termos para entender melhor o tema

Travesti, transexual, transgênero, cisgênero: o que significam esses termos e quais as diferenças entre eles? Entenda.

Dia 29 de janeiro é a data em que se comemora a visibilidade trans no Brasil. Neste dia, em 2004, foi a primeira vez na história do país, em que travestis e transexuais estiveram no Congresso Nacional para falar aos parlamentares brasileiros sobre a realidade dessa população. Além disso, essa é a data de lançamento da campanhaTravesti e Respeito”, do Programa Nacional de DST/Aids.

Contudo, muita gente ainda se confunde com os termos e não entende bem o universo da população transgênero no Brasil. Por isso, o DCI preparou um texto explicativo com as principais dúvidas sobre a visibilidade trans.

Sexo biológico

Esse é definido pelos genitais, sistema reprodutivo, cromossomos e hormônios, ou seja a biologia humana. Podendo ser do sexo feminino ou masculino.

Identidade de gênero

A identidade de gênero é o gênero com o qual o indivíduo se reconhece, seja homem, mulher ou não-binário (que não se enquadra apenas como um gênero).  Na nossa sociedade, as pessoas costuma ser reconhecidas por seu sexo biológico, por exemplo, uma pessoa que nasce com um pênis é considerada homem e uma pessoa que nasce com uma vagina, mulher.

E na maior parte das vezes a pessoa se identifica com o gênero correspondente ao seu sexo biológico. Por exemplo, uma pessoa nasce em um corpo do sexo masculino e também se entende como homem é considerada cisgênero.

Mas quando o individuo não se reconhece em seu sexo biológico, ele é chamado de transgênero. Pois sua identidade de gênero não condiz com seu sexo de nascença.

Transgênero – Visibilidade Trans

Transgêneros são os indivíduos em que sua identidade de gênero não corresponde ao sexo biológico. Muitos deles, por sentirem desconforto procuram ter a aparência do sexo com o qual sua identidade de gênero se identifica. Por isso, buscam, por exemplo, tratamentos hormonais, implante ou retirada das mamas, cirurgias plásticas, depilação, entre outros.

Esse termo também pode ser usado para todas as identidades não cisgêneras, como transexual, travesti, não binário, crossdresser.

O termo transexual deriva da classificação “transexualismo, transtorno de identidade sexual”, descrita na Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10), publicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), desatualizada desde 1989. Por isso, a nomenclatura mais aceita e usada hoje em dia é o transgênero, pois além de não ser descrito como doença, engloba várias identidades e indivíduos.

Orientação sexual

A orientação sexual diz respeito às formas de atração afetiva e sexual de cada individuo. Essa parte não está relacionada à identidade de gênero ou sexo biológico. Portanto, é possível a pessoa ser transgênero e ser hétero, bi ou homossexual. Por exemplo, se um homem trans se sente atraído apenas por outros homens, sua orientação sexual é homossexual.

Visibilidade trans
Foto: reprodução/coren/facebook

Travesti – Visibilidade Trans

Esse termo ainda tem divergências, mas segundo a população LGBTQIA+ travesti é uma pessoa que tem o sexo biológico masculino, mas se entende como uma figura feminina.

O termo é típico de países da América Latina e já foi considerado por muito tempo pejorativo, mas hoje vem sendo ressignificado e passou a ter mais peso político.

Segundo o portal Transcendemos, a principal diferença entre trangênero e travesti é que o travesti sempre vai ter se identificar com o gênero feminino. Por isso, o artigo e pronomes corretos são A travesti e ELA. Já o transgênero pode ser homem ou mulher. Contudo, o portal ainda explica que é difícil apontar as diferenças entre os conceitos. Por conta do fato de as identidades se basearem na ideia de auto identificação.

Drag queen/king

Esse termo se refere à pessoas que se transvestem do sexo oposto para realizar uma performance artística ou espetáculo. Drag queen seria um homem cisgênero fazendo uma performance como mulher, já drag king seria uma mulher cisgênero performando como homem.

Transfobia – Visibilidade Trans

A transfobia é a aversão ou discriminação contra a população trans. Infelizmente é uma realidade no Brasil, que oprime esse grupo, e impede que as pessoas possam sair de casa com segurança ou ter conforto nos ambientes de trabalho, por exemplo. Mas as ações de transfobia podem ser tanto abertamente violentas ou veladas. O Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo, segundo dados da ONG Transgender Europe (TGEu), de 2016.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.