Agritech cria plataforma para gerir criação de gado

Empresa catarinense montou uma plataforma online para oferecer suporte para o pecuarista administrar criação de gado.

Focada na pecuária de corte, a JetBov, empresa catarinense criada em 2014 por seu atual CEO, Xisto Alves de Souza Júnior, montou uma plataforma online para oferecer suporte ao pecuarista. Com a inteligência artificial cada vez mais presente nos campos brasileiros, a companhia concentrou investimentos em tecnologia para desenvolver soluções para otimizar a administração de rebanhos de gado de diversos tamanhos. O aplicativo já administra mais de 400 mil cabeças de gado espelhadas pelo País, bem como movimentou cerca de R$ 100 milhões em compra e venda de bois desde sua criação.

Banco de análise do gado

GadoSeu funcionamento consiste na adaptação a chips, coleiras, balanças e sensores eletrônicos para, depois, filtrar informações novas e atualizar dados sobre as cabeças de gado. Desta forma, é possível unir planilhas, mapas e cadernos em um único espaço digital de fácil manipulação. As imagens são geradas por satélites e garantem precisão no monitoramento do rebanho. Inicialmente, o projeto teve períodos de incubação, sendo depois acelerada pela Inovativa Brasil, programa do Ministério da Indústria e Comércio. Em 2016, veio o primeiro aporte, da aceleradora ACE. Atualmente, o projeto está sob investimento da SP Ventures. O principal diferencial em relação às demais agritechs está em criar um banco de análise do gado: seu estado de saúde, aumento/diminuição de cabeças, horários de alimentação etc. Estes são atualizados de maneira automática e sem a necessidade de conexão à internet, o que no campo é uma vantagem.

Além de funcionar sem internet, o software se comunica normalmente com chips, sensores e balanças eletrônicas, automatizando a coleta de informação. Depois, ao entrar em área de cobertura 3g, os dados são mandados à web, onde a empresa os processa e repassa ao usuário em forma de projeções, simuladores e relatório pela JetBov. Em fase de consolidação, a JetBov vem registrando crescimento médio de 25% ao ano. A ideia é servir de auxílio ao pecuarista como consultoria financeira e administrativa. “A aceitação tem sido excelente. Praticamente 1 a cada 3 potenciais clientes fecham contrato conosco após conhecer todo nosso conteúdo e benefícios. A proposta é darmos uma visão empresarial da fazenda para que o fazendeiro tome as melhores decisões”, relata Souza Júnior. O método garante uma análise ampla e precisa da situação do gado, prospectando custos e ganhos com a criação, recriação, quarentenas, remessa para abate ou engorda dos bois. Assim, o cliente do campo encontra no site JetBov demonstrações de uso para treinamento e adaptação ao sistema. “Damos ao produtor um período de 21 dias para testar todo o produto gratuitamente. Durante este tempo nós o ajudamos a avaliar a fundo como melhorar a sua gestão pecuária”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os planos de assinatura variam de acordo com o tamanho da fazenda, iniciando a partir de R$80 por mês para uma propriedade de pequeno porte (que possuam menos de 200 animais). Com mais de 500 fazendas conectadas ao serviço, o objetivo para 2018 será o de ultrapassar as mil propriedades cadastradas, focando a expansão para o interior de São Paulo e Centro-Oeste, pilares do agronegócio nacional.

Tendência de segmentação

Várias outras empresas empreenderam aplicativos para as mais diversas demandas do agronegócio. Uboi, Suplemento Certo, Bovinews, Ciclo da Suplementação Minerthal, Roda da Reprodução, Bovcontrol ou 4milk são alguns destes exemplos. Como a Jetbov, muitas dessas empresas são segmentadas, casos da Bovinews (para venda e compra de gado) e a 4milk (para gerir a produção de leite do rebanho).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes