BBB: saiba qual é o cachê dos participantes do reality global

Em uma entrevista, o ex-BBB Pyong Lee deu detalhes sobre o assunto

São muitas as curiosidades do público sobre o Big Brother Brasil. Quem nunca se perguntou quanto brothers e sisters ganham para entrar no programa? Em uma entrevista ao Flow Podcast, o ex-BBB Pyong Lee deu detalhes sobre o assunto.

Quanto os participantes do BBB ganham?

Pyong Lee foi um dos participantes do BBB 20, e se destacou no jogo por sua forma estratégica de jogar. Ele também protagonizou um momento emocionante durante o confinamento, ao conhecer o filho que nasceu esquento ele estava no programa.

Segundo o ex-BBB, o pagamento que eles recebem não é tão alto. “Tem um cachê mensal que eu nem lembro. É um valor simbólico para pagar as contas. Não é tão alto, não. É mais uma coisa para pagar as contas enquanto você não está”, explicou ao Flow Podcast.

Ainda de acordo com a Jovem Pam, nenhum dos participantes saiu de mãos abanando  no BBB. Sendo assim, na 19ª edição do reality, cada um dos confinados recebeu R$500 por semana. Ou seja: Paula, Alan, Carol Peixinho e Hariany Almeida, conseguiram no total R$4.500 mil. 

Imagem mostra ex-BBB Pyong Lee do BBB 20
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Como foi o cachê no BBB 20?

Mas em 2020, a edição recebeu famosos, além de anônimos. Porém, diferente de ‘A Fazenda’ que paga em média R$70 mil para cada peão, de acordo com o colunista Fefito, no BBB o valor é de R$500 por semana. No ano passado, Boninho garantiu que não haveria diferença de cachê entre os convidados e os participantes das seleções.

Leia também

BBB21: programa tem paredão falso; veja o horário de hoje

BBB21: o anjo é autoimune essa semana? Veja como será o…

- PUBLICIDADE -

Sem contar os prêmios, que podem incluir carros, ítens de cozinha, entre outros, os finalistas também têm uma vantagem. Além do prêmio de R$1,5 milhão, o terceiro colocado recebe R$50 mil e o segundo lugar leva R$150 mil para casa.

Os valores podem variar a cada ano, de acordo com o site, então, ainda não se sabe quanto cada um dos convidados do “camarote” e os anônimos do grupo “pipoca” vão receber no BBB 21. A temporada de 2020 começa dia 25 de janeiro, segundo a Globo.

Imagem mostra o time 'camarote' com famosos no BBB 20
(Fotos: Reprodução/TV Globo)

Saiba como é o confinamento antes de entrar no reality

Pyong passou pela experiência do pré-confinamento do BBB, e revelou que não foi fácil. Segundo o empresário, os convidados ficaram no hotel por quatro dias, e os anônimos, por oito.

“Corta as percepções. Eu ficava olhando para a janela, abria os olhos, e não sabia que horas eram. Sete da manhã ou meio-dia?”, contou ele. “No hotel, eles tiram televisão, tiram telefone e tiram relógio. É um pré-treinamento. Já ouvi de gente que foi escolhido para participar e desistiu no hotel”, revelou.

Ele ainda revelou que foram todos suspensos de levar um livro para o BBB. “Todo mundo podia levar um livro, então a galera ficava revezando. Dava tempo de se entreter com alguma coisa. Proibiram de última hora. A gente levou três opções de livros para o hotel. Falaram assim: ‘escolhe só um’. E depois falaram: ‘não vai mais poder livro.'” 

Para completar, ele detalhou como era  a sensação de não poder ver os horários dentro da casa do BBB. “A primeira vez que passei na vida uma distorção temporal real foi lá. Na primeira semana todo mundo achava que estava há um mês preso. Aqui fora vocês ficam vivendo, e tal, assistindo… Lá dentro não tem nada o que fazer, um entretenimento, um baralho…”, finalizou.

- PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes