Consumidores mais conectado torna-se desafio para varejo

Cada vez mais críticos, os consumidores usam a internet para fazer comparações e racionalizar compras. Lojas buscam alternativas.

Cada vez mais críticos, os consumidores usam a internet para fazer comparações e racionalizar compras. Isso vem obrigando as lojas virtuais a buscar alternativas para atrair e manter a atenção do cliente. Essa é a conclusão de uma pesquisa feita pela Officina Sophia Retail, especializada em levantamento de mercado no varejo, para tentar traçar o perfil do e-shopper brasileiro.

Obtido com exclusividade pelo DCI, o estudo mostra a grande dificuldade do varejo on-line para evitar a desistência durante uma compra na internet. Além disso, o levantamento também ajudará as empresas a conhecer melhor tanto os hábitos de consumo, como o comportamento dos adeptos das lojas virtuais. Apesar de o comércio eletrônico (e-commerce) estar em franco crescimento no País – a previsão este ano é de o setor faturar cerca de R$ 34,6 bilhões, ante aos R$ 28,8 bilhões obtidos ano passado -, os sites terão de fazer uma lição de casa para atender esses novos clientes.

onlinePrática dos consumidores

No estudo, o ato de entrar nos sites e escolher um produto mas não finalizar a compra, surpreende. A prática já é recorrente entre os e-shoppers mais assíduos. “O consumidor desiste da compra durante a navegação devido ao temor de não estar em ambiente seguro, por exemplo”, explica a consultora Fátima Bana. Por isso, as empresas têm de atualizar os serviços de atendimento e analisar diariamente os dados, acrescenta a especialista em marketing digital.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes