Ibovespa sobe, renova máxima histórica, e supera os 126 mil pontos

Com o mercado fechado nos EUA devido ao Memorial Day, mercado focou no cenário doméstico

Em dia calmo no noticiário, principalmente por conta do feriado do Memorial Day nos Estados Unidos, o Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira, 31. No radar de investidores, um discurso do ministro da Economia, Paulo Guedes, que disse que a dívida pública brasileira fechará próxima a 85% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021, contra os 86,7% atuais. Além disso, ele cogita manter o auxílio emergencial conforme a pandemia não recue.

No mesmo evento que discursou Guedes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que a pandemia não deve atrapalhar o desenvolvimento da economia brasileira a longo prazo,  mas sem citar números ou detalhes. Também afirmou que o governo federal está comprometido com reformas para melhorar o ambiente econômico. No entanto, Bolsonaro não comentou sobre os protestos contra sua gestão em várias cidades, no fim de semana.

Também no radar do Ibovespa, mais um relatório Focus publicado de manhã. Desta vez, economistas ouvidos pelo Banco Central elevaram de novo a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto de 3,52% para 3,96%. Mas para 2022 reduziram de 2,3% para 2,25%. na pesquisa de hoje. Para o IPCA, a alta foi de 5,24% para 5,31% em 2021 e de 3,67% para 3,68% em 2022. A Selic, taxa básica de juros, subiu de 5,50% ao ano para 5,75% ao ano em 2021.

Ibovespa fechamento 28 maio 2021
Foto: arquivo

No cenário interno teve ainda a crise hídrica. Segue a preocupação com possíveis apagões no segundo semestre do ano, num dos piores níveis de hidrelétricas em 91 anos. Também preocupa o avanço da pandemia do novo coronavírus, com hospitais lotados. Em São Paulo, o hospital particular Albert Einstein já está com 106% de lotação. Ou seja: há mais pacientes esperando internação do que leitos.

Assim, com isso, o Ibovespa fechou em alta de 0,52%, chegando à marca histórica de 126.215 pontos, e volume financeiro de R$ 21,616 bilhões. Já na outra ponta, o dólar subiu 0,25% a R$ 5,224 na compra e a R$ 5,225 na venda.

Ibovespa hoje, 31 de maio de 2021

Com o mercado americano fechado, as atenções se voltaram para as bolsas europeias e asiáticas. No Velho Continente, há preocupação com o índice DAX, da Alemanha, que teve uma queda total de 37 pontos, a 15.482, impactado pelo Deutsche Bank. Afinal, a instituição financeira está na mira após reportagens de veículos alemães afirmarem que o Federal Reserve está preocupado com as práticas contra lavagem de dinheiro implementadas. O Federal Reserve diz que as falhas persistentes no controles de combate à lavagem de dinheiro não são resolvidas.

Do outro lado, trazendo positividade para a Zona do Euro, está um relatório sobre a perspectiva econômica da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O relatório diz que deve haver recuperação econômica, mas de maneira desigual. Com isso, a OCDE prevê alta de 5,8% no Produto Interno Bruto global em 2021, frente a uma contração de 3,5% em 2020. Para o G20, crescimento de 6,3%, e para a Zona do Euro, de 4,3%.

Por fim, já na Ásia, a principal notícia são os PMIs (Índices Gerentes de Compras) da China, que medem o nível de atividade econômica no País. Assim, em maio, o Índice Gerente de Compras composto do país chegou ao terceiro mês consecutivo de alta, a 54,1 pontos. Já o PMI industrial caiu de 51,1 pontos em abril para 51 pontos em maio.

Você pode gostar também