Lote residual da restituição do imposto de renda pode ser consultado nesta sexta-feira (23)

O valor será liberado no próximo dia 30, com o pagamento de R$ 560 milhões para mais de 273 mil contribuintes. A consulta pode ser feita no site da Receita Federal

Nesta sexta-feira (23), às 10 horas, a Receita Federal irá abrir a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda 2020. O depósito do dinheiro deve acontecer no dia 30 de outubro, segundo o órgão. O lote residual, portanto, será para 273.545 contribuintes, totalizando R$ 560 milhões.

 

Como saber se a declaração foi liberada?

Você pode saber se a sua declaração foi liberada acessando o site da Receita Federal. Lá, você pode verificar se há inconsistências na declaração e regularizar pelo portal do e-CAC, menu Meu Imposto de Renda.

Ademais, se a restituição liberada não tiver o valor creditado, o contribuinte pode ligar para a Central de Atendimento para agendar o crédito em conta corrente ou poupança:

  • 4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (demais localidades);
  • 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Dessa forma, ao consultar o Imposto de Renda 2020, é possível saber se foi contemplado e qual o valor receberá, se a declaração está na fila da restituição aguardando a liberação dos próximos meses ou está “em processamento”, na “fila de espera” do órgão. Nesse caso, pode ter inconsistência de informações que necessitam de revisão.

 

O que é a restituição do imposto de renda?

A restituição do imposto de renda trata da devolução da diferença do imposto pago a mais. O próprio proggrama da Receita Federal chega a contastação durante o preenchimento da declaração. Assim, os lotes residuais ficam disponíveis aos contribuintes que ainda não receberam suas restituições dentro dos prazos normais. Anualmente, todo mês é liberado um lote de restituição, entre junho e dezembro, que se refere ao ano do exercício da entrega da declaração de imposto de renda.

Para aqueles que não pediram para receber o crédito da restituição em conta corrente, devem entrar em contato com agências do Banco do Brasil para agendar o crédito em qualquer conta bancária em seu nome.

 

Estou na Malha Fina?

Para saber se você está na malha fina, a revisão sistemática das declarações, você pode acessar o extrato do Imposto de Renda no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento), site da Receita Federal. Então, basta ter o código de acesso gerado na página da Receita ou o certificado digital emitido por autoridade habilitada. Assim, você deve verificar as insconsistências da declaração. Portanto, após resolver a situação, o contribuinte sai da malha fina.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.