UFRJ: Mais de um terço dos inscritos faltam ao vestibular

Cerca de 36% dos mais de 92 mil inscritos no vestibular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) faltaram à primeira prova aplicada nesta segunda-feira (15). De acordo com o reitor Aloisio Teixeira, o volume, que corresponde a 33 mil pessoas, é considerado #201crazoável#201d. A proporção de faltosos é bastante superior ao verificado na primeira etapa do vestibular da Universidade Federal Fluminense

RIO DE JANEIRO – Cerca de 36% dos mais de 92 mil inscritos no vestibular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) faltaram à primeira prova aplicada nesta segunda-feira (15). De acordo com o reitor Aloisio Teixeira, o volume, que corresponde a 33 mil pessoas, é considerado “razoável’.

A proporção de faltosos é bastante superior ao verificado na primeira etapa do vestibular da Universidade Federal Fluminense (UFF), realizada ontem (14), que teve abstenção de 8%.

‘É um volume de inscrições muito alto, que se explica pelo fato de não cobrarmos inscrição. Tínhamos uma expectativa de faltosos maior do que de fato ocorreu. Esse número é bem razoável em uma prova como essa’, disse o reitor da UFRJ.

Teixeira reafirmou que 60% das vagas da UFRJ serão destinadas a alunos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo um terço delas para estudantes de escolas públicas do estado. Ele também descartou a possibilidade de que os problemas com o Enem causem atraso no calendário da universidade para o próximo ano. O reitor admitiu que os erros não deveriam ter ocorrido, mas enfatizou que o Enem é um passo importante para a democratização do ensino superior no país.

“A pior coisa que acontece hoje no Brasil é o fato de que apenas 13% dos jovens conseguem entrar numa universidade. Esse índice condena o Brasil a não ter futuro. Se não desmontarmos aqueles mecanismos que têm permitido isso, e o vestibular é um deles, não vamos avançar na direção da melhoria e da democratização da educação superior”, afirmou.

Para a estudante Maria Jaqueline Araújo, de 24 anos, que tenta uma vaga na Faculdade de Direito da UFRJ, as questões aplicadas hoje foram bem trabalhadas, o que permitiu desenvolver bem as respostas. Ela também gostou do tema da prova de redação, sobre a felicidade.

“As questões eram muito bem elaboradas. Achei o tema da redação bastante interessante, ainda mais nos dias de hoje, em que a felicidade é tão materialista. Fiquei satisfeita”, contou.

Alessandro Falcão, de 19 anos, que faz vestibular para engenharia, também optou pelo caminho do materialismo para fazer a prova de redação. Ele disse estar confiante no resultado.

“Foi uma prova tranquila, principalmente a de matemática, que é minha específica. Na redação discuti como o capitalismo vende a felicidade por meio de produtos. Estou muito esperançoso de ter um resultado positivo”, disse.

Neste domingo foram aplicadas provas de língua portuguesa, literatura brasileira e redação a todos os grupos, além de uma das específicas – biologia, matemática e língua estrangeira -, de acordo com as carreiras pretendidas. A segunda prova será realizada no próximo domingo (21) e o resultado final divulgado no dia 21 de dezembro.

O gabarito das provas aplicadas nesta segunda-feira (15) estará disponível a partir das 15h no site da instituição #2013 www.ufrj.br

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.