Austrália muda o hino nacional para refletir o passado indígena

Os australianos vão cantar uma versão diferente de seu hino nacional a partir de 1º de janeiro, depois que o primeiro-ministro Scott Morrison anunciou uma mudança na letra na quinta-feira (31).

Austrália muda o hino nacional para refletir o passado indígena. O anúncio da mudança foi feito pelo primeiro-ministro Scott Morrison na quinta-feira (31).

O hino não se referirá mais à Austrália como “jovem e livre” em uma tentativa de refletir a longa história indígena do país.

O anúncio foi uma surpresa, mas bem-vindo por todo o governo.

De acordo com Morrison, ele espera que a mudança crie um “espírito de unidade”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As pessoas habitaram a Austrália por dezenas de milhares de anos antes de ser colonizada por ingleses brancos no século XVIII.

A frase que foi removida no hino foi: “pois somos jovens e livres”. Em vez disso, agora as pessoas vão cantar “porque somos um e livres”.

 

Austrália muda o hino nacional
Imagem: Reprodução / Getty Images

Austrália muda o hino nacional 

No início deste ano, o líder do estado de Nova Gales do Sul, Premier Gladys Berejiklian, sugeriu a mudança. Ele disse que o texto atual ignorava a “orgulhosa cultura das Primeiras Nações” da Austrália.

“Mudar de ‘jovem e livre’ para ‘um e livre’ não tira nada. Mas acredito que acrescenta muito”, disse o primeiro-ministro Morrison.

Assim, “reconhece a distância que percorremos como nação. Reconhece que nossa história nacional é desenhada a partir de mais de 300 ancestrais. Bem como somos a nação multicultural mais bem-sucedida do planeta”.

Além disso, ele também disse que a mudança celebra a unidade que a Austrália formou durante a pandemia do coronavírus.

O líder da oposição, Anthony Albanese, comentou que o país “deveria se orgulhar do fato de termos a civilização contínua mais antiga do planeta bem aqui com pessoas das Primeiras Nações”.

Dessa forma, nos últimos anos, a Austrália tem feito maiores esforços para reconhecer a história indígena em eventos culturais e políticos.

Em dezembro, jogadores de rúgbi da seleção nacional cantaram o hino nacional pela primeira vez em uma língua indígena. A equipe cantou na língua da nação Eora – um grupo de pessoas da área de Sydney – antes de executar o hino em inglês.

Fonte BBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes