Mercados de ações se recuperam com as eleições dos EUA

As ações subiram conforme os comerciantes apostam no que o resultado da eleição significará para o futuro das economias afetadas pelo covid-19.

Os mercados de ações se recuperam fortemente no mundo todo à medida que os americanos se dirigem às urnas. Além disso, o provável impacto de qualquer resultado no estímulo econômico preocupa os investidores.

O FTSE 100 de Londres estava 2% mais alto nas negociações do início da tarde. Com os mercados europeus também à frente, recuperando-se após os ganhos de Wall Street e nas negociações da Ásia durante a noite.

Houve ganhos adicionais depois que Nova York abriu novamente na terça-feira, com o Dow Jones, S&P 500 e o Nasdaq todos cerca de 2% mais altos nos primeiros negócios.

 

Mercados de ações se recuperam
Imagem: Reprodução / Unsplash

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Mercados de ações se recuperam

A valorização das ações com a escolha dos Estados Unidos entre Donald Trump e o desafiante Joe Biden ocorre após um final de outubro sombrio na semana passada, que viu o FTSE registrar sua pior queda mensal desde março.

Contudo, temores sobre o impacto econômico de uma segunda onda de infecções por coronavírus e novas medidas de bloqueio incomodaram os comerciantes recentemente.

A queda do mercado no início do ano foi travada quando bancos centrais e governos – liderados pelos EUA – lançaram medidas de estímulo sem precedentes.

Agora, alguns comerciantes parecem estar apostando em Joe Biden liderando uma varredura democrata na Casa Branca e no Senado, permitindo-lhe entregar um novo grande pacote de medidas de gastos.

 

Uma aposta em Biden

Investidores e economistas dizem que um novo estímulo é necessário, mas o progresso não aconteceu por causa das disputas entre democratas e republicanos em Washington.

Em Londres, os investidores também estão de olho nas perspectivas de um acordo com o Brexit. Além das especulações de que o Banco da Inglaterra irá desencadear uma nova rodada de impressão de dinheiro ou flexibilização quantitativa no final da semana.

De acordo com Christian Stocker, principal estrategista do setor de ações da UniCredit, “atualmente, o mercado está apostando na vitória de Biden”.

“Sob a presidência de Biden, a economia dos EUA deveria apoiar mais os mercados de ações”, acrescentou.

Mas o economista-chefe de Berenberg, Holger Schmieding, alertou que alguns investidores podem estar se precipitando, especialmente se um vencedor claro não surgir rapidamente após a votação.

Informar Erro
Fonte Sky News

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes