Produção industrial da zona do euro sofre forte queda em novembro

A produção industrial da zona do euro caiu mais do que o esperado em novembro, e no ritmo mais forte em mais de um ano.

BRUXELAS – A produção industrial da zona do euro caiu mais do que o esperado em novembro, e no ritmo mais forte em mais de um ano, com forte recuo na produção de energia e de bens de capital e de consumo duráveis.

A produção industrial dos 19 membros da zona de moeda única ficou 0,7 por cento menor em novembro do que em outubro, disse a agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, embora na comparação anual tenha havido aumento de 1,1 por cento.

Pesquisa da Reuters apontou que a expectativa era de declínio mensal de 0,3 por cento e de alta anual de 1,3 por cento

Os números de outubro foram revisados para cima para mostrar aumento de 0,8 por cento na base mensal e de 2 por cento na comparação anual, ante 0,6 e 1,9 por cento informados anteriormente.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

quedaQueda mensal da zona de euro

A queda mensal de novembro foi a mais profunda desde agosto de 2014.
A produção de energia na região como um todo caiu 4,3 por cento, com as temperaturas em grande parte do norte da Europa bem mais amenas do que a média. As produções de bens de capital e de bens de consumo duráveis recuaram, respectivamente, 1,9 por cento e 1 por cento

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes