Cira do Acarajé morre aos 69 anos em Salvador; autoridades lamentam

Com problemas renais, ela estava internada há 18 dias no Hospital São Rafael

Morreu na manhã desta sexta-feira, dia 4, uma das quituteiras mais famosas de Salvador. Cira do Acarajé, como era conhecida Jaciara de Jesus Santos, tinha 69 anos e estava internada há 18 dias no Hospital São Rafael para tratar de problemas renais. Cira construiu fama por seu Acarajé e se tornou um dos patrimônios culturais da capital baiana.

A arte de fazer o quitute ela herdou da mãe e logo passou a vendê-lo na rua como único meio de se manter. O negócio deu tão deu tão certo que hoje ela possuía três pontos de comercialização em Salvador, nos bairros de Itapuã, Rio Vermelho e Paitã, além de um em na cidade Lauro de Freitas, na região metropolitana.

A morte de uma das baianas mais famosas de Salvador aconteceu no mesmo dia em que é celebrada a Festa de Santa Bárbara, representada no Candomblé pela orixá Iansa, a quem Cira do Acarajé também era devota.

O corpo de Cira do Acarajé está sendo velado em sua casa, no Itapuã, com a presença de familiares. Já seu enterro está previsto para acontecer este sábado (5), em um cemitério do bairro. Ela deixa cinco filhas, (Jussara, Cristina, Cristiane, Carlos e Renê)

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Autoridades lamentam a morte de Cira do Acarajé

A morte de Cira foi sentida entre as autoridades baianas. Rui Costa (PT), governador da Bahia postou em suas redes sociais nota lamentando a morte da quituteira. “Quero manifestar meu profundo pesar pela morte de Cira,uma das mais famosas baianas de acarajé de Salvador. Com seus deliciosos quitutes, encantou baianos e turistas de todo o mundo e será lembrada como um dos ícones da nossa culinária. Que Deus conforte seus familiares e amigos”, disse,

O prefeito de Salvador, Acm Neto (DEM), também lamentou. Para ele, “a Bahia perde um patrimônio, um ser humano querido pelos baianos e por todas as pessoas que visitaram Salvador nos últimos anos”.

“Cira herdou uma tradição que vem de geração em geração, e soube acrescentar o seu toque especial, tornando o seu acarajé um dos preferidos da Bahia. Neste dia de Santa Bárbara e Iansã, nós sabemos que ela será bem-recebida por Deus. Expresso aqui os meus sentimentos a todos os seus familiares e amigos”, disse.

O prefeito eleito de Salvador, Bruno Reis (DEM), também emitiu nota de pesar. “Nossa cultura e gastronomia perdem um dos maiores ícones da nossa cidade, Cira do Acarajé: uma baiana daquelas que com seu carisma encantou todo mundo. Que Deus conforte a família e os amigos neste momento”, publicou.

Vacina contra a Covid-19: veja quem serão os primeiros a tomar

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes